26/02/2016

Chegou a hora: Tiago Pires retira-se da competição internacional

Entrevista com o surfista no site da WSL.


Que o vejamos em mais e melhores destes. E, sobretudo, com o surfista do post em baixo, o seu amigo Mick Fanning. Foto: Ricardo Bravo

15/02/2016

A Stab confunde-se, lança rumores e outras novidades

Se não é o Beach Grit, é a Stab. Se não é a Stab, é o Beach Grit. Desta vez foi a Stab que no decurso da última semana esteve endiabrada no lançamento de rumores.

O melhor desse rumores era o do que a conhecida marca de óculos de sol Von Zipper estava prestes a fechar portas. E digo era porque não só não era rumor, como é uma invenção. Parece que a marca está boa de saúde. Boa, Stab! Jornalismo de vão de escada! (Já agora, a VZ e a Stab têm (tinham?) uma óptima relação comercial.)

A notícia foi entretanto eliminada do site da revista australiana mas a minha cabeça não mente. Eu ainda me lembro! Dizia a Stab que a Fox estava a largar o surf (preparando-se para deixar que os actuais contratos cheguem ao fim) e que a SPY só vai ficar com o John John Florence na sua equipa de surfistas. Isto parece-me improvável pelo simples facto de que a Alana Blanchard está na equipa da SPY e vale muitos mais euros ou dólares que o mais velho dos manos Florence.

Outros rumores que podem interessar...

Hum...

O Craig Anderson continua a fazer o que bem lhe apetece, recusou-se a fazer um post no instagram a divulgar a marca InCase com quem tinha um contrato de patrocínio e MAGIA, o contrato sumiu.

Uma grupeta de skaters e surfistas prepara-se para encaixar uns bons milhões porque vai investir numa nova marca de água de côco (depois de terem feito já uma boa maquia com uma cervejinha).

O Kelly está a tentar vender uma prancha mas parece que ninguém tem interesse no bicho.

Vem aí uma nova marca de meias (!!!) e já conta com o Danny Fuller e o Eric Geiselman na sua equipa.

E acho que é tudo, não é? Corrijam-me se estiver enganado que acho que me estou a esquecer de alguma coisa. 



11/02/2016

A Quiksilver está em altas!



Novo e excelente vídeo de "brand awareness" da marca da montanha e da onda. Cada vez mais rock'n'roll! Hell yeah!

P.S. Como é frequente, sem o Tiago Pires (e outros mais..). Começo a perguntar-me se é acidental ou de propósito.

04/02/2016

O Kelly Slater e o Rob Machado discutem heats (e a malta curte)



(Não acredito que é a primeira vez que uso a tag do Rob Machado!)

Mais provas de que o Dave Wassel tem lugar na WSL

Sempre achei, e continuo a achar, que o Dave Wassel devia estar na equipa de comentadores da WSL. Na equipa regular e do World Tour, sim. Ou, pelo menos, do Big Wave World Tour (quando não está a competir). Sim, o Dave Wassel que é basicamente um barril mas que é também nadador-salvador no North Shore de Oahu e um surfista de ondas grandes como há poucos.

Em primeiro lugar, o homem ainda é surfista. Pode não fazer aéreos mas surfa Pipeline, Jaws e Mavericks sempre que pode. Depois, é um tipo articulado, educado, que fala bem, é respeitado por todos e tem personalidade. Tentem fazer um quadro cruzando estas características e os comentadores da WSL e vejam lá se têm alguém assim. É certo que ele não vai esmiuçar a técnica do aéreo do Filipe Toledo mas podem ter a certeza que de ao comentar essa manobra o irá fazer com uma emoção e humor cativantes. É que até o tipo de humor do Wassel é particular: inteligente, irónico, muito americano mas polido e sem cair na troça gratuita. No fundo, como se quer num webcast! Como sabem, ou não fosse assunto recorrente aqui no blog, bem dava jeito às transmissões da WSL um bocadinho grande de humor e personalidade. Dave Wassel podia fazer parte da solução. Tem mais de 40 anos e é patrocinado pela Volcom! Imaginem a personalidade que ele não tem!

E, já agora, voltando atrás, olhem que ele não é parvo nenhum na análise técnica. Sobretudo se o prato da ocasião forem tubos... E o homem manda shakas! Em directo!

Eis uma recolha do The Inertia de algumas coisas hilariantes que o homem disse durante a transmissão do Volcom Pipe Pro. E, já agora, parabéns à Volcom pela transmissão de mais um campeonato brilhante que o careca ganhou.

"(On Pipeline’s spit) I think most waves in the world are capable of spitting. But Pipeline barfs. That wave just straight up vomited.
 (On Nate Yeomans) That was an absolute breakdance maneuver. I saw him spin to win on the foam ball.
 (On Sebastian Zietz) This guy is like a supreme pastry chef…he just got squeezed out that little cheese puff.
 (On the perils of backdoor) You’re gonna get smoked like a cheap cigar.
 (On his hair) Some people call it a mullet, but it’s actually really chic and European…it’s [pronounced] mul-ley.
 (On John John Florence) That wave was so scary you need two names to even look at it.
 (Again, JJF) He was doing some barrel karate.
 (On Pipeline wipeouts) Hopefully you don’t get turned into a piece of sushi.
 (Making up new words) [Like a Brazilian wax job but] A “Mazilian”…just getting waxed in all the wrong places. 
(Arguing with Sal Masakela) I’ve got so many issues, I’ve got a subscription buddy.
 (On calling Marco Giorgi “Marco Giorgi-O”) I’m gonna tattoo your name on me so I never get it wrong again.
 (Moments later mistaking Marco Giorgi for Tom Whitaker) Stick a fork in me, I am done.
 (At the end of the day) I walked in here today and I had a decent IQ. But now, I think I lost mind."

Conheçam melhor o Wassel neste vídeo do Volcom Pipe Pro de 2013. Vale a pena!

02/02/2016

Ondas de caderno no Volcom Pipe Pro

Segundo o Dave Wassel, surfista e nadador-salvador no North Shore de Oahu, é o "melhor que Pipeline esteve nos últimos dois anos".

01/02/2016

Francisco Torres põe o blog a tocar #1

O Francisco Torres é um amigo meu que percebe muito mais de música que eu. É um tipo porreiro, viajado, influenciado musicalmente por de onde veio, onde passou e onde está. Pelo menos, eu acho isto. Não sei sei se ele concorda. Também tem um pé esquerdo capaz do ocasional dribble diabólicoAnyway, está sempre a postar música esquisita, diferente e verdadeiramente alternativa no seu Facebook e foi muito amável ao aceitar o meu convite de começar a partilhar essas suas preferência musicais aqui. Obrigado, Francisco!

Serão 4 músicas por mês e estas são as escolhas para Fevereiro:




Låpsley - Hurt Me

(Gostei particularmente desta)