10/02/2014

As vozes da cabine do World Tour na era ZoSea

De acordo com este artigo do reputado autor Phill Jarrat (Salts and Suits! Tracks!) no Swellnet, será esta semana anunciada a composição da equipa de comentadores dos webcasts dos eventos masculinos fo World Tour (nada diz sobre o World Women's Tour). 

Rumores que já vêm de 2012 indicam que, tal como acontece em todos os grandes eventos desportivos norte-americanos, será a mesma equipa em todos os eventos, numa esforço para manter a coerência, aumentar a familiaridade e tornar o produto "webcast" mais próprio para venda. 

Uma das questões mais prementes sobre este assunto é a nacionalidade dos comentadores. Jarrat afirma que será maioritariamente americana, com o Martin Potter (inglês, sul-africano e...australiano) a fazer a ponte com a nação Down Under, o que não vai deixar esta rapaziada nada contente. Dave Prodan, "esse Joyce injustiçado", como diz o caro amigo Júlio Adler, garantiu ao Jarrat que "haverá representação australiana". Será apenas o Pottz? Quanto a nomes, o amigo Phil aponta Peter Mel, Pat Parnell, Todd Kline e Sal Masekela.

Arriscaria acrescentar aqui o Dave Stansfield e Joe Turpel para completar a mais aborrecida parelha de sempre. Pessoalmente, gostaria de ter na equipa malta que perceba realmente de surf. O Peter Mel e o Martin Potter cabem nesta caixa mas faz-me falta Shane Dorian, Barton Lynch, Brad Gerlach e, até, o Occy, pela boa disposição que traz à cena. Se bem que a sua pronúncia profundamente aussie não deve passar pelo censor americano. Nas senhoras, a Rosy Hodge porque correu o circuito, sabe do que fala e...é gira que se farta. De resto, para me rir ainda mais um bocado, juntava à cena o Alex Gray e o Dave Wassel. Mas estes então nunca seriam aprovados pela ASP que, recorde-se, está agora sediada nos E.U.A.

É esperar para ver.
Entretanto, se precisarem de representação europeia, posso confirmar a minha disponibilidade, okay ASP? E já que toco no assunto, nada sobre a transmissão em português, francês ou japonês, transmissões que, segundo o que Dave Prodan me disse em Outubro de 2013 em Peniche, vão acontecer.

Parece-me lógico que a Rosy deve estar, pelo menos, no webcast feminino. Foto: Trevor King/STAB

Sem comentários: