04/06/2012

Volcom Fiji Pro - dia 2

"Com a força do swell do primeiro dia a desvanecer-se, o mar do segundo dia do Volcom Fiji Pro, quarta etapa do World Tour, apresentou-se bem mais calmo e perfeito, embora com menos e menos tubos no decorrer do dia. Se no primeiro dia a sorte foi um factor, no segundo, venceu mesmo o melhor surf e os top seed foram quem o fez.

 O dia começou com dois Slaters dentro de água, o verdadeiro e o Fijiano. O campeão mundial respeitou o adversário mas não fez caso dele, mostrando a técnica de tubos de backside que, basicamente, inventou. Caso arrumado. A electricidade só voltou à água com Julian Wilson que novamente mostrou não ser apenas um homem de manobras, navegando em tubos simpáticos até para o surfista comum. Pat Gudauskas, o seu adversário, fazia de tudo para se elevar ao estatuto do "Nike Boy", incluindo uns drops e tentativas de manobras a roçar o suicida mas a única coisa que ganhou foi pedaços de coral na pele.. Gabriel Medina fez o impossível ao sair de um tubo que enganou até os operadores de câmara - tal como Owen em Portugal em 2009 - para a primeira nota 10 e o seu amigo Miguel Pupo, no heat seguinte, despachou Matt Wilkinson. Diz que Maresias é uma boa escola de tubos... Logo a seguir, Kieren Perrow e Adrian Buchan travaram uma batalha até aos últimos segundos com o actual Pipemaster - KP - a sair derrotado naquele que é, sem dúvida, um "upset".

 Chegava então o momento de Tiago Pires, mais do que respeitado surfista de tubos no WT, enfrentar a sensação americana Kolohe Andino. Depois de um heat repleto de boas ondas como o anterior, era isso que se esperava para o heat do português mas foi o oposto que sucedeu, levando quase a um segundo reínicio da bateria. A experiência do Saca levou a melhor e percebendo que o mar não dava mais tubos, arrancou par aondas que davam manobras e começou a colocar notas no painel, não dando hipóteses ao Kolohe que muito se esforçava e pouco fazia. No fim de contas, Pires avançava, Kolohe perdia novamente no round 2 e contabilizava uma prancha partida...por ele, após uma incrível sequência de murraças que fariam George Foreman tremer. Andino terminou o round de boxe com um pontapé para partir o nose e lágrimas no canal. A vida no Tour não é para todos, Brother.

 As previsões dizem que o mar vai acalmar nos próximos dias pelo que a competição só voltará no final da semana. Contudo, fica com atenção a quinta-feira pois o swell que se avizinha poderá trazer ondas gigiantes e os melhores do mundo nisto - incluindo Kelly Slater com as suas 8 pés - estão lá à espera." 

Leiam o resto, aqui.

Sem comentários: