14/05/2012

Fiquei a pensar...

Hoje não havia ondas e por isso o treino de surf teve lugar no skatepark da Expo. Já lá estávamos há uma meia hora, parque relativamente vazio, quando chegou um skater de barba por fazer, calças rasgadas e boné enfiado até às orelhas. Durante uns tempos "andei" de skate e ligava bastante à cena pelo que rapidamente percebi que se tratava do Ruben Rodrigues, ex-campeão nacional e um dos melhores da Europa, membro da equipa internacional da Element. Creio que ele é local daquele skatepark ou coisa do género. Nós estávamos sentados numa ponta do skatepark virados para umas rampas que parecem uma onda e ele veio na nossa direcção. Não foi por nossa causa mas sim porque é naquele sítio que normalmente se começam as linhas do skatepark. Enquanto se aproximava, ia olhando para nós com um sorriso normal mas muito provavelmente tentando perceber que grupo era este que nunca tinha visto e que skatavam descalços ou de chinelos (!!), ao mesmo tempo que iam comentando que um tal tipo tinha derrotado um tal outro no Rio de Janeiro. Quando ficou a um ou dois metros de nós, abriu o sorriso e disse apenas "Boas pessoal, tudo bem?". Eu não sei qual foi a reacção dos meus colegas mas eu fui completamente apanhado desprevenido. Respondi-lhe, ele sorriu e começou a skatar, não sem ser inúmeras vezes interrompido por um miúdo franzino de óculos e t-shirt de uma exposição de BD que estava claramente a aproveitar a oportunidade para absorver o máximo que podia daquele seu professor. O Ruben, pacientemente, entre linhas e truques, ia-lhe respondendo.

Isto tudo não é o tipo de coisa à qual esteja habituado dentro de água e então, fiquei a pensar...

Ruben Rodrigues dá um ollie e agarra a prancha. Alguém sabe o nome do grab?

1 comentário:

Pedro disse...

Contra mim falo! Somos mais egoístas dentro de água! As vezes até entendo..1 hora pra surfar a saber que a seguir não vai dar ondas a semana toda, o sentimento de posse pela próxima onda apodera-se de nós (e há malta que "vira bicho" mesmo)e lá pomos a nossa pior careta. Uma vergonha! Será que se tivéssemos uma onda a cada esquina de rua, a nossa atitude seria como a do Ruben? Gosto de pensar que sim :)
Continuação de bom trabalho (blogue e SP)!!
Abraço
Pedro Ferreira