21/09/2011

Carissa

1 comentário:

NL disse...

Queria salientar um caso em Trestles que achei uma verdadeira vergonha, na meia final entre o Julian Wilson e o Owen Wright. A meia final não foi perdida pelo Julian, mas oferecida pelo Júri ao Owen - Totalmente!!

Se os surfistas tivessem levado a situação ao limite, a vantagem seria sempre de Julian. Ainda assim, optou por ser correcto e não ter o comportamento agressivo de que falava o Adriano ao Kelly. Saiu sem prejudicar em nada a onda do Owen. Ou seja, Julian abdicou da sua direita, evitou a dupla interferência e ainda deixou a onda limpa para o adversário - Recompensa pelo comportamento triplamente correcto: A eliminação do campeonato.

A mensagem que podemos tirar do atitude do júri com esta decisão é de que o anti-jogo, comportamento agressivo, e maus princípios compensam neste desporto. Na minha opinião, foi uma total vergonha aquela decisão.


Ps, Decisão da qual o Owen não teve culpa nenhuma. Para mim foi como ter uma situação duvidosa numa área, no início de um jogo, e o árbito decidir ir marcar o penalti na outra baliza adversária. Injustificável !!!

Boas ondas