21/12/2010

Anunciado e oficializado Top 34 do World Tour para 2011!

Dane voa em Pipeline. Sim, em Pipeline. Foto: ASP/Cestari.

Notícia entusiasmante para finalmente abrir a semana! 

A ASP revelou hoje, através de um comunicado oficial, o alinhamento do World Tour para 2011 bem como o seu funcionamento.

Antes de mais nada, vamos aos 34 surfistas (Top 22 do World Tour de 2010, os seguintes dez qualificados do AS? Worlds Ranking e dois ASP Wildcards - um para o lesionado Kai Otton e outro para Gabe Kling). São eles:

1. Kelly Slater (USA)
2.
 Jordy Smith (ZAF)
3.
 Taj Burrow (AUS)
4.
 Mick Fanning (AUS)
5.
 Bede Durbidge (AUS)
6.
 Dane Reynolds (USA)
7.
 Adrian Buchan (AUS)
7.
 Owen Wright (AUS)
9.
 Jeremy Flores (FRA)
10.
 Adriano de Souza (BRA)
11.
 C.J. Hobgood (USA)
12.
 Michel Bourez (PYF)
13.
 Chris Davidson (AUS)
14.
 Jadson Andre (BRA)
15.
 Damien Hobgood (USA)
16.
 Kieren Perrow (AUS)
17.
 Brett Simpson (USA)
18.
 Joel Parkinson (AUS)
19.
 Taylor Knox (USA)
20.
 Heitor Alves (BRA)
21.
 Matt Wilkinson (AUS)
22.
 Bobby Martinez (USA)
23.
 Fredrick Patacchia (HAW)
24.
 Kai Otton (AUS)
25.
 Patrick Gudauskas (USA)
26.
 Tiago Pires (PRT)
27.
 Adam Melling (AUS)
28.
 Daniel Ross (AUS)
29.
 Raoni Monteiro (BRA)
30.
 Josh Kerr (AUS)
31.
 Alejo Muniz (BRA)
32.
 Dusty Payne (HAW)
33.
 Julian Wilson (AUS)
34.
 Gabe Kling (USA)

É preciso ter em atenção que o seeding pode (e vai) mudar consoante o resultado destes surfistas nos primeiros eventos Star e Prime.
Havia, também, grande especulação sobre de que forma se iria processar o Tour, com vários rumores a sugerir que haveria um re-alinhamento de surfistas a cada três ou quatro eventos - ou seja, os 10 últimos surfistas no Ranking do WT seriam substituídos pelos dez surfistas a seguir ao top 22 no One World Ranking. No já referido comunicado, a ASP revela que o tal re-alinhamento será sim feito depois dos seis (!!) primeiros eventos, ou seja, depois da 6ª etapa do Tour, que será a etapa mistério (não se sabe onda ou local ao certo, nem patrocinador) na Costa Este americana. Assim, dez novos surfistas (ou não, novamente depende do One World Ranking, dos resultados Star e Prime e, consequentemente, de quem está nesse Top 10) entrarão no Tour em Trestles, a sétima etapa do Dream Tour de 2011. Isto torna uma coisa muita mais rápida e, possivelmente, fácil: a qualificação. Ou seja, agora, esta acontece duas vezes por ano, o que torna mais fácil para um surfista do WQS subir ao World Tour e a um deste descer àquele.

Outra grande, enorme, novidade é o surfista nº1 do alinhamento em cima: Kelly Slater. Ao estar confirmado pela ASP que ele estará em Snapper's no primeiro evento do ano, ele vai lá estar. Até porque, como Kelly disse ao GT após perder para o Jeremy nas meias finais do Billabong Pipeline Masters, a ASP não aceita que um surfista vá estando no Tour: ou está e vai a todos os eventos ou não está. Conclui-se que vamos ter que esperar até à primeira etapa na Gold Coast para ter a certeza absoluta de que Slater vai partir para o 11º. É que é preciso ter atenção a uma coisa, a partir de agora, são tudo datas especiais: 11 títulos em 2011, 12 títulos em 2012, 13 títulos em 2013, etc etc.

Este comunicado da ASP já me empolgou para 2011! Who's with me!?

3 comentários:

Henrique vasquez disse...

Po Diogo,

O Wt sempre me empolga mas gabe kling não...hheheheheeheh.

O mais Legal de olhar o novo ranking é ver que realmente 48 surfistas tinha muita bateria chata.

Um video que recomendava muito vc colocar no blog http://www.youtube.com/watch?v=5L6b_ZBt62k

Heitor Alvez moendo muito (ou partindo a loiça). O bichinho tá treinando forte para ano que vem!

Pedro disse...

Diogo, não me parece que a qualificação esteja mais fácil, antes pelo contrário, parece-me cada vez mais difícil.
Este sistema protege os atletas do WT.
Se reparares, um surfista a correr o WQS tem de fazer um super percurso nos Prime e 6* para conseguir fazer mais pontos que os menos bem classificados no World Tour.

Rodrigo Osborne disse...

Ótimo Post Diogo.
Realmente 2011 tem tudo para ser um belo ano de competições.
Com Kelly então, nem se fala... Acredito numa corrida bem equilibrada entre KS, Parko, Fanning, Dane e Jordy.
Raoni se tiver cabeça nas heats, pode fazer um estrago...
Alejo é nossa pedra mais preciosa, e não vai decepcionar.
Forte abraço meu jovem,
Rodrigo