02/09/2010

Rumores, rumores, rumores

Correm vários rumores, principalmente dentro da twitteresfera, de que a lista dos 13 surfistas que saíram do Tour não vai ser bem aquela. Ou melhor, vai....e não vai. Isto porque, segundo os tais rumores, a ASP pode vir a dar um "ASP Wildcard" para o resto do World Tour deste ano (visto que não há surfistas lesionados dentro daqueles que foram relegados para as séries interiores..) a Tom Whitaker e/ou Kieren Perrow, dois surfistas que supostamente foram eliminados pelo "corte". Contudo, e novamente supostamente, Kieren está lesionado - com uma unha partida ou uma coisa do género - o que pode (?) justificar o "ASP wildcard" para o resto do ano.
Outro dos rumores é que Josh Kerr, que supostamente ia ter um desses wildcards (pelo menos a ASP tinha dito o ano passado que o poderia fazer visto que Kerrazy se lesionou a meio do World Tour de 2009), não o vai ter - e aqui a fonte é um "tweet" bem zangado da mulher do homem dos aéreos australiano e também o próprio homem dos aéreos australiano, também via Twitter.

Vamos ter que esperar pelo fim do Billabong Pro Tahiti Teahupoo 2010 - se este chegar acabar. Ou melhor, acabar vai acabar, pode é não coroar nenhum vencedor.

2 comentários:

Anónimo disse...

Boas Diogo,

gostava de te perguntar se sabes qual a relação do Kieren Perrow com a ASP?
E ele é representante dos surfistas? Fico com a sensação que há ali tacho para o homem..já depois do corte e depois do wildcard..

Pina

Diogo Alpendre disse...

Boas Pina!

O Kieren é sem dúvida muito acarinhado, não só pela ASP como também pelos outros surfistas do Tour. E sim, ele é o principal representante dos surfistas no Tour (juntamente com o Mick Fanning e Adrian Buchan). O Kieren, já tive a oportunidade de falar com ele, é um gajo muito simpático, muito boa gente, o que pode influenciar a decisão, claro...
Mas penso que quanto a essa questão do tacho, talvez encontres a tua resposta no post em cima :)
A justificação para o wildcard para o Perrow é legítima...agora se há outros motivos, só podemos imaginar.

Grande abraço

Diogo aqui do blog