31/05/2010

Surf visto pela Go-Pro com Andrew Mooney

Eu confesso que sou um fã deste novo fenómeno Go Pro, a sério. Eu não sei se alguma dia vou fazer um aéreo ou uma coisa desse género, portanto, ver como um surfista vê um aéreo, dá-me alguma reconforto. Mas enfim, mais um vídeo desse fenómeno mas com uma diferença: para além de tubos vistos de dentro, temos também manobras, "turns" e aéreos. Tudo cortesia do "aussie" Andrew Mooney. Dêem uma olhada.

Já que Jeffrey's Bay está aí a chegar...

...lembrei-me de vos deixar aqui um vídeo muito bom. Este vídeo conta com dois locais de J-Bay (que maneira redutora de os apresentar...) Sean Holmes e Jordy Smith, que surfam o mais famoso pointbreak para a direita com uma classe e conhecimento surpreendentes: cada carve no sítio certo, cada tubo, cada bottom. É a perfeita leitura de uma das ondas mais difíceis de ler no Mundo. As ondas foram filmadas durante o Billabong Pro Jeffrey's Bay do ano passado, ano em que a bancada de areia da longa direita esteve de gala, talvez mesmo como nunca tinha estado (conta quem sabe)...

"Indo Sex-change" por Josh Kerr

Este é, muito provavelmente, o nome de aéreo mais estúpido que já li e vi escrito (não será isto uma e a mesma coisa?) Mesmo com todas as influências da cultura indonésia, este nome, "sexchange", é parvo. De qualquer forma, o aéreo é bem fixe..bem jogado Kerrazy.

29/05/2010

Ainda hoje..

Ainda hoje a primeira onda do CJ Hobgood na sua parte no filme de Taylor Steele, "Campaign 2" me dá arrepios e me surpreende como se fosse a primeira vez que a visse. (desculpem o vídeo mas foi o único razoável que encontrei com a prte do CJ no filme)

28/05/2010

Trestles é a onda mais "playground" do Mundo....

...como se vê aliás por este vídeo da Surfer, vídeo que mostra imagens de freesurfs durante o Nike 6.0 Prime que decorreu naquela onda há uma semana ou duas atrás. Quem me dera ir a Trestles, quem me dera.. (eu não consegui ajustar o tamanho do vídeo ao blog, pelo que se calhar, o melhor é irem ver o mesmo, aqui)

26/05/2010

É por estas e por outras que...

..Dusty Payne é um gajo a temer em qualquer condição de mar, em qualquer tamanho. Merece ou não merece estar no Tour? Claro que merece! Não merece é estar em 31º lugar. E olhem que o melhor pointbreak para a direito do Mundo está já aí ao lado. Ataca Dusty!

O segundo texto, na casa Surfportugal

Já está o meu segundo texto no site da Surf Portugal. Este texto tem um estilo diferente mas vocês vão perceber isso rapidamente.. Aqui.

"Neste segundo texto para a SurfPortugal, debruço-me sobre um novo tema pouco e desta vez apela à vossa participação.
Primeiro, explicarei por alto as mudanças que vão ocorrer nos circuitos masculinos da ASP, em específico aquelas que envolvam movimentações de atletas. Depois, uma lista dos surfistas que, de acordo com a minha opinião e apreço pessoal, deviam ficar no Tour após as primeiras mudanças. Em terceiro, a lista dos surfistas que deviam estar no Tour em 2011. De acordo com a minha opinião e apreço pessoal.
Lê o texto completo na secção de blogues."

Landscape Altered Episódio 3.5

Não, estou a brincar. É um "teaser" para a parte 4, parte esta que sai a 2 de Junho. Ai promete promete..

25/05/2010

Dane em Imbituba por Nicolás Dazet

Um vídeo curtinho do Dane Reynolds em Imbituba, durante a sua estadia lá por ocasião do Billabong Santa Catarina Pro. Algumas ondas surfadas lá, o aéreo animal e um pouco de "lifestyle". É Dane, portanto vale a pena ver.

24/05/2010

Esta é uma das novas questões do julgamento do novo surf

"You've obviously been competing at Lowers for years. What did you think of the 6.0 Lowers Pro? --Jim

The Nike 6.o at lowers got really lucky with the swell! It was amazing to see the guys really get a chance to go after it in some nice waves. There were some surfers that didn't make it as far as you would've thought due to some lulls -- which got me again there -- but it did seem like the judging got a little more balanced. The feel good story to me was seeing Andy surf well. Definitely the early round favorite was Jordy and Kolohe was showing the world his stuff.
I feel like it's easy to see when someone does a good air with style and then a good air with bad style -- but that's not my job. I'm not a judge..."


Se me permitem, façam o favor de dar atenção à frase que está a amarelo.

A meu ver, esta devia ser uma das questões essenciais do novo critério de julgamento. Sem dúvida que é fácil distinguir quando um aéreo é feito com ou sem estilo, tal como nos "turns". Então, se nos "turns" se penaliza ou valoriza, mesmo que não venha expressamente nos papéis, o estilo (ou a falta dele), porque não se faz o mesmo nos aéreos? Ou alguém acha que um aéreo do Jadson André é tão bonito como um do Cory Lopez? Ou um do Jason "Ratboy" Collins  comparado com os do Dane Reynolds?

Boas vibrações mexicanas com os irmãos Coffin

Não há duvida que o México é um spot a visitar, surfisticamente falando. Sempre se soube que as ondas lá eram (são!) para lá de boas e desde o Rip Curl Pro Search que decorreu por aquelas terras em 2006 que tudo o que é surfista passa em Barra De La Cruz. Este vídeo que aqui ponho é um vídeo de dois jovens irmãos e esperanças americanos, Parker e Connor Coffin, a surfar no afamado beachbreak que mais parece um pointbreak. Vale pelo surf, pelas ondas (que apetecíveis...) e pela versão "gipsy" do clássico dos Eagles, Hotel California.

Mexico1. from youngwisetails on Vimeo.

Owen Wright à conversa com a ASL


A conversa de sempre, "o que é feito?", "o que achas disto?" "e daquilo?". De qualquer forma, vale a pena ler, aqui. Fiquem com algumas passagens da entrevista, já aqui em baixo.. (foto ASL/ Shield)

"Tell us about the Nike 6.0 Lowers Pro, it seemed like a bit of a coming out party for all this progressive surfing we've heard so much about.
It was so sick! I’d never surfed it in an event like it before, it definitely lived up to the hype. There was something like 181 airs stomped, but the only guys left from the Quarters and Semis onwards were power surfers, so I guess the wave is perfect for everything.

(...)

You lost to Andy Irons, is he on his way back to the top?
Yeah Andy got me. He was in synch that event and looked like he was going to win it until he snapped his magic board. I think he’s on his way back to his best, he’s such a good surfer, all the best to him.

(...)

The next two events are at J-Bay and Teahupo’o. Have you surfed them both before?
I haven’t surfed J-Bay, but I’ve surfed Chopes and it was awesome. It’s so perfect and kinda easy until it gets to eight foot. When it gets bigger it’s pretty scary looking, but so hollow and sick. I’ll probably go to J-Bay a week early to warm up for the comp, I can’t wait, it looks like the funnest wave."

Fishtales em Trestles: o fantástico regresso!

Será que é preciso dizer mais alguma coisa? Será? Paul Fisher em Trestles! Vá malta gira, toca a ir ver o filme! Preparem-se para ri, aqui.

Eu queria pôr o vídeo mas aparentemente, o Fisher esteve em Trestles com a malta do Surfline, portanto, o vídeo só está no Surfline.. Vejam aqui!

21/05/2010

Quantos camiões metiam dentro deste tubo?

Reef McIntosh em Backdoor, numa onda que te levava ao céu mas que para este "brah", deve ser mais uma de um Inverno.

"O Circo chegou à cidade"

Crónica publicada no site da revista Surf Portugal o ano passado, durante o Rip Curl Pro Search Peniche 2010 (ou lá como se chama o raio do evento!). Fazer flashback às coisas que escrevemos é do mais engraçado e traumático que há, acreditem. A partilha, ajuda à cura!

Sabem quando se fala do Dream Tour e a palavra "circo" surge quase de seguida, de forma meia brusca mas segura? A escolha da palavra é mais que legítima. Mas desenganem-se, tornem-se imparciais: de fora, parece um "Cirque du Soleil" mas quando estiverem lá dentro como eu estou agora estou pela primeira vez, é um Circo Chen, no máximo. E todos nós somos palhacinhos, num bom e num mau sentido.

Nunca e contando com os meus momentos de relaxe mental e consecutiva parvoíce declarada, pensei que a ASP fosse dar o inicio ao evento numa manhã como esta, com as ondas que estavam no Molhe Leste. E a partir desse momento, acreditei em tudo, desde a "espécie" de derrota do Saca, à paragem por hora e meia para deixar a maré mexer, aos scores de heats (4.10 do David Weare, 5.9 do David Luís, 8.5 do Heitor Alves, 8.76 do Kekoa Bacalso.....), ao facto de (espero estar enganado) muito provavelmente o evento não voltar aos Super, até na vitória do Marlon acreditei (então afinal já o sabem avaliar ?).

Eu respeito muito a ASP, percebo a dificuldade do trabalho que têm que desempenhar e dos resultados imediatos que esse trabalho tem que dar, do dificil que deve ser fazer as "calls" e gerir os 44 melhores surfistas do mundo (talvez os 32 melhores mais uns quantos..ou talvez seja os 16 melhores mais "muitos quantos"...) num período de espera que embora pareça longo, é bem curto. Eu percebo e respeito a ASP, já deu mais ao surf competitivo do que muitos querem ver. Mas em eventos como este, do tipo e características deste, vá lá..

Agora o outro lado. Parece uma constatação óbvia mas se estivesse generalizadamente interiorizado evitava muitos pretensiosismos: nós somos humanos e como tal, como a Psicologia explica, temos emoções, sensações, sentimentos, "feelings" até. É natural que quando vemos o Parko a chegar à praia fiquemos a olhar, é natural sofrer quando o nosso surfista predilecto perde, é natural sentir o sangue a correr mais rápido quando estamos com a pressa de entrar na água para partilhar o line-up com os melhores do Mundo. Arrisco mais, é natural e recomendável, afinal não andamos a querer evitar ser transformados em "robôs" ? Então, sejamos humanos, sintamos as coisas, sintam a praia, o surf, a ASP. Sintam tudo. 

Bem-vindos ao circo.

18/05/2010

Rob Machado é quase super-estrela fora do surf! (Porque no surf já é uma estrela!)

É tempo do post cor-de-rosa do dia (semana? mês? ano?)!
Então a história é assim. A Vogue americana resolveu fazer uma sessão fotográfica com a nova estrela de Hollywood e personagem principal da série televisiva Gossip Girl, Blake Lively.Ora o tema da sessão fotográfica é o Verão (porque o Verão se aproxima...vale?). Como todas as sessões fotográficas americanas cujo tema é o Verão devem ser filmadas na Califórnia, toca a pôr um surfista na sessão. Mas depois aparece a marca Hurley (que faz parte da Nike Inc) que está habituada a rodar-se nos ciclos mais altos da Moda (lembram-se que a Hurley tem uma parceria com a supermodelo israelita Bar Refaeli?) e diz que se quer meter ao barulho. A Vogue lá deve ter aderido e a Hurley tratou de chamar o seu surfista mais mediático, o nosso amigo Rob Machado. Ora daí, o que resulta? Uma sessão fotográfica na Califórnia com um dos seus "filhos", Rob Machado (que mais parece um emplastro nas fotografias), e a lindíssima Blake Lively, a serem fotografados pelo conhecido e aclamado fotografo Mario Testino. Aqui ficam as fotografias da sessão!
P.S. Esta história toda, embora muito credível, é toda inventada (acho eu..). Se quiserem saber como isto tudo aconteceu, leiam isto.

Foi bem ou mal pontuada?

A onda que roubou (literalmente) o título de Campeões Júniores Europeus é esta que está no vídeo que aqui ponho em baixo (leiam o post em baixo para saber do que falo. A onda teve a nota 6.33, dando a vitórina no heat ao Dimitri Ouvre e à França. Na vossa opinião (a minha já sabem..) esta onde vale 6.33? O Dimitri completou a manobra?

P.S Mais informações na zona de comentários.

16/05/2010

Eurojunior em Viana do Castelo

Só para os mais distraídos, o Vasco Ribeiro acaba de ganhar a final dos sub-16 do Eurojunior!
Na final sub-18, com um fim dramático na praia à espera da nota de um francês, o Frederico Morais ficou em 2º lugar e José Ferreira em 3º.. Após dominarem os primeiros lugares da final 99% do tempo. Sem dúvida uma facada nas aspirações portuguesas e mais uma infeliz lição para os nossos jovens surfistas. É minha opinião, e não é por ser português, que aquela nota do Dimitri Ouvre não foi de todo a nota que lhe deu o primeiro lugar. Mais uma vez, os ca*%$& dos franceses levam esta final. Mesmo assim, PORTUGAL!!! E se há alguém a poder destruir este mau karma, em todos os desportos (principalmente surf e futebol), com a selecção francesa, é esta geração de jovens surfistas portugueses! Assim, PORTUGAL!!! Percam as batalhas mas ganhem as guerras, vale? (e desculpem o cliché!)
Falta averiguar o resultado final por equipas! Vão passando que assim que se saiba, eu actualizo aqui no blog!
Vejam tudo, mas mesmo tudo, aqui!

PORTUGAL!!!

15/05/2010

Surfline's Power Rankings após o Billabong Santa Catarina Pro Brasil

Tal como é habitual, Ian Cairns fez os seus Power Rankings no Surfline. Como sempre, vale a pena ver, mais que não seja pela bruta honestidade do senhor. A ler, aqui.

14/05/2010

Tanta verdade num só video..

..até faz confusão! Vejam o vídeo com muita atenção, a sério. Ian Cairns está-se a tornar num dos melhores analistas do Tour de sempre. Pode até falhar nas previsões, mas é minucioso e analisa realmente as coisas, sem medos. (Vídeo via o melhor blogue de surf em língua portuguesa)

O primeiro texto, na casa do site SurfPortugal

"É engraçado. Muitos se queixam que as mais recentes gerações de surfistas não têm carácter. Ou melhor, que têm mas não se nota. Não é carácter. Não é aquele carácter que emana a olhos vivos, só de olhar para a pessoa. Estou-me a fazer entender? E de facto, pelo menos aos meus olhos, é verdade.

Continua a ler aqui."

Lewis Samuels regressa? Não, só umas palavrinhas..

Lewis Samuels, o "crítico de surf" americano, mentor do (in)acabado PostSurf e ex-Power Rankings, deu recentemente uma entrevista à Stab Mag. Bom, não é bem uma entrevista. Mas por outro lado tem a forma de pergunta resposta... Bom, passemos à frente. O míudo do "online" da Stab, Jed Smith, fez umas perguntinhas ao Samuels, perguntas às quais este último respondeu da forma a que já nos tinha a todos habituado: a maior parte das vezes diz porcaria, sendo que lá no meio até tem coisas interessantes, mas sempre tudo com piada. Leiam a "entrevista" aqui que vale a pena. Deixo-vos também, um cheirinho do que poderão ler.

"The judging criteria this year is very simple. Each time someone takes off, they are judged on how closely they resemble Dane Reynolds"

"Who’s your tip for the world title and why?
Kelly, Kelly, Kelly. Once he smells blood, it's over. There's blood everywhere."

"Can you imagine the giddy media fuckfest that would ensue if a blonde American did what Jadson did?"

"As I mentioned above, the judging has been very consistent and easy to understand - "The Surfer who performs maneuvers closest to the curl, in the fashion most reminiscent of our Lord and Savior Dane, shall win."

"I never thought I'd say this, but Kelly needs to surf more like Gabe Kling."

13/05/2010

Já sabem quem é o novo blogger da Surf Portugal?

Bom, saibam quem é, aqui. ;)

A direita perto de Teahupoo/ Malik's Right

Lembram-se dos rumores de uma surfada incrível que Slater e uns amigos tahitianos deram durante o período de espera do Billabong Pro Teahupoo o ano passado? Lembram-se que o ano passado o evento não esteve nada de especial em termos de mar durante o evento (ao contrário dos trials), certo? Bom, se não se lembram ou não sabiam, já tiveram o vosso "refresh" de memória. Mas recuperando os rumores, vejam aqui em baixo, e com Kelly Slater, como estava a bombar um spot ao lado de Teahupoo..
 

Ian Cairns analisa o Tour para o site Surfline

Já conhecido da malta, se não o conhecem vão rapidamente fazer uma pesquisa ao Google (!), Ian Cairns fez recentemente (Mas não tão recentemente assim...desculpem), uma análise ao estado do Tour., às recentes mudanças implementadas pela ASP e como será o futuro do surf competitivo. Tenham em conta que isto é de 20 de Abril, pelo que ainda não conta com a vitória do Jadson no Billabong Pro Santa Catarina. Vale pelos pontos de vista interessantes e pela minúcia da análise. Leiam tudo, aqui. Fiquem, em baixo, com um cheirinho do que poderão ler.

"SO...HOW DOES IT WORK?
Enough with the venting already! In fact, I think the changes are all really good for surfing, the ASP and for the surfers. What we now have is an elite World Tour, a series of high profile Prime events and a series of Minor League Star events incorporating 1-6 star levels. The World Champion will be selected from just the WT events -- but qualification will come from the ASP World Rankings that combines a surfer's best eight WT, Prime and Star event points.

The key qualification issues are three-fold this year:


-The WT Top 44 will be cut to 32 following the fifth event, Teahupoo. This means that rookies have only five events to learn the ropes on the WT before they're cut and sent packing. Harsh treatment for one of the better qualifying classes in history -- and the way the results have played out so far, it's also possible that some of the WT stalwarts will be out as well.

-Only 22 -- not 27 -- WT surfers will return to the tour in 2011 and this cut-off will eliminate some historical big names.
-Only 10 -- not 15 -- Prime/WQS surfers will Qualify for the 2011 WT and this means that some very good surfers will miss out."

Puerto Rico com o local Dylan Graves

Bom, já todos sabemos que o Rip Curl Pro Search deste ano vai ser em Puerto Rico. Pois bem, para todos reconhecermos (efectivamente) o potencial da ilha para realizar um dos melhores eventos de todo o circuito mundial masculino e feminino, resolvi deixar aqui um vídeo do Dylan Graves (e alguns amigos, entre os quais os irmãos americanos Geiselman), local de Puerto Rico, melhor amigos dos irmãos Gudauskas e "corredor" do WQS, a surfar os spots de sua casa. Depois disto, duvido que qualquer um de nós vá duvidar do potencial das ilhas...não? (fonte)

08/05/2010

Landscaped Altered - episode 3

Depois do primeiro episódio e do segundo, finalmente o terceiro (alguém se lembra de quantos são?). O surf altamente continua, tubos e mais tubos, shovits abusados e o mesmo surf hi-fi de sempre. Deliciem-se.
Landscape Altered - Episode 3 from Kustom Airstrike on Vimeo.

06/05/2010

Velocidade a surfar? Isto é que é velocidade.

Derek Hynd em sintonia com Jeffrey's Bay, sem ferir as longas direitas com as quilhas.

Mais uma festa, mais uma pescaria..

..desta vez, Paul Fisher, do Fishtales, atacou nos XXL Awards 2010. Como sempre, vale a pena ver os vídeos do rapaz. Olhem que não são todos que têm cojones para fazer o que ele faz...

Um dos momentos mais importantes na História do surf

Como já devem saber, no final de Março Stephanie Gilmore recebeu um prémio Laureus, conhecidos como os Óscares do Desporto. Gilmore recebeu o prémio de "World Action Sportsperson of the Year", categoria onde Mick Fanning também estava nomeado. Neste vídeo, vêem o momento em que Steph recebe o prémio.

04/05/2010

Surfline Super Sessions na Indonésia

Um dos vídeos mais irados dos últimos tempos, com um ritmo de surf alucinante. O Surfline publicou esta semana mais uma edição da sua rubrica "Super Sessions" e está simplesmente, B-R-U-T-A-L. (cortesia LineUpSurfTV).

03/05/2010

"10 Hottest Surfer Girls In Pro Surfing" pela Transworld Surf

Tal como no ano passado, a revista americana Transworld Surf voltou a fazer uma lista das 10 surfistas mais gatas do Mundo. (este é o momento em que deixam de ler o texto e vão já carregar no link). A "vencedora" não é surpresa mas entre as outras, alguma poderão sê-lo. Como devem calcular, recomendo vivamente o artigo.

Leiam o artigo (ler?) e vejam-o (isto sim!), aqui.

(fotografias: Laura Enever; Steph Gilmore; Alana Blanchard)


02/05/2010

Saca em vídeo!

Já me tinha cruzado com este vídeo há uns tempos mas, por algum inexplicável motivo, não o lancei aqui. Deu-se o acaso de o Vinicius, mentor do "LineUp_SurfTV", ter repescado o vídeo, lançado no seu canal e mo tivesse indicado. Não deixei passar a oportunidade e lanço o vídeo já já já. Da óbvia autoria do acompanhante no WCT do Saca, Ricardo Capristanto (Go-S. TV), é a meu ver um curto video-profile do surf do "nosso" Tiago Pires. Vale a pena ver, mais que não seja por uma questão de patriotismo!

O vosso (em todos os sentidos) wax

Estão fartos de gastar as vossas poupanças em wax? Fartos de cobrar favores aos amigos e ficar a dever? Bom, aprendam a fazer o vosso próprio wax e têm todos esses problemas resolvidos..um vídeo muito engraçado, por via do inevitável "The Surfer's Journal", mas da autoria do excelente e original Korduroy.

Os dois Evan

Dois surfistas júniores americanos, dos melhores que andam pelos USA, Evan Thompson e Evan Geiseleman, a destruírem ondas de meio metro nos sets maiores. Pela improbabilidade, vale a pena assistir.