14/04/2010

O Saca e o WCT

Já faltava. À muito que não dizia nada do Tiago Pires e, sendo ele o nosso único representante no WCT, merece que se fale dele
Como sabem, o Saca está a ter o melhor início época desde que entrou no WCT, estando num muito razoável 13º lugar, graças ao seu 17º lugar conquistado na Gold Coast (Quiksilver Pro Gol Coast 2010) e ao 9º em Bells Beach/Johanna/Winki Pop/13th Street (Rip Curl Pro Bells Beach). Esperemos que os resultados continuem e que o Saca garanta a permanência no Tour, tanto no corte de 45 para 32 surfistas após Teahupoo, como no fim do ano, nos 22 que permanecem via WCT.
Não sou grande conhecedor do surf do Tiago, conheço apenas através dos heats que vejo (webcast ou praia), alguns vídeos e mais nada em especial. Mesmo assim, não me lembro de ter visto o Tiago a surfar tão rápido e confiante como este ano. Anteriormente, sentia (será possível sentir este tipo de coisas?) que ele não estava confortável com o seu surf, principalmente em frente aos juízes da ASP. Mas este ano, vejo que ele está confiante, está confortável e está a marcar a sua posição. Continuo (e sei que há malta aí que concorda comigo) a achar que o Saca é um surfista com uma coragem incrível, não só pela caminhada que está a ser a sua carreira (com todos os obstáculos que ele, felizmente e com todo o mérito, ultrapassou) mas também pelo tipo de surf que tem. 
Hoje em dia e cada vez mais, fala-se muito do "atiranço" da malta dos aéreos, que se mandam a secções incríveis só para voar e isso tudo de que vocês sabem do que estou a falar e que, obviamente, tem todo o mérito e merece a minha maior consideração. Mas se me permitem, o Saca tem o "atiranço" de se mandar a secções onde outros preferem sair da onda ou simplesmente ignorar aquele "bocadinho" de onda. Parece pouco? Meus caros, tive a sorte de ver algumas fotografias do "Portuguese Tiger" nos Açores e no Havai e digo-vos, aquele tipo de manobra, reentrys animalescos em secções à beira de rebentar, é tudo menos "pouco". É algo que merece respeito e que poucos no Mundo, muito poucos mesmo, fazem. , já agora, por oposição, quantos fazem aéreos reverse's? 
Bom, mas esta é só uma característica do surf do Saca que quis realçar pois acho que é uma das mais notáveis e que passa, muitas vezes, despercebida. As outras suas boas (e más, porque ele também as tem) características, vocês já sabem quais são.
Saca, não sei se estás a ler isto, mas se estiveres, um grande abraço e continua a mandar-te a eles. Uma força directamente do "Como é que está o surf?"!

2 comentários:

Henrique disse...

Diogo,

Admiro muito o Saca também,

Surfe de muita atitude o dele,

Falou,

Diogo Alpendre disse...

É isso mesmo, atitude e raça!

Valeu!

Diogo aqui do blog