29/04/2010

Jadson André vence Billabong Pro Santa Catarina!!

É verdade, o jovem brasileiro Jadson Andre venceu o seu primeiro evento do WCT! No seu primeiro ano do WCT! Consultem em baixo os resultados do evento e leiam toda a notícia no link acima!O nosso Tiago Pires perdeu no round 3 e está agora em 20º lugar. Sem dúvida, o destaque do campeonato foi o aéreo  monstruoso (Backside 360 Method Air) de Dane Reynolds no seu heat dos quartos de final contra C.J. Hobgood.

BILLABONG SANTA CATARINA PRO FINAL RESULTS:
1 -
Jadson Andre (BRA) 14.40
2 - Kelly Slater (USA) 14.00

BILLABONG SANTA CATARINA PRO SEMIFINAL RESULTS:
SF 1:
Jadson Andre (BRA) 17.70 def. Dane Reynolds (USA) 16.67
SF 2: Kelly Slater (USA) 13.50 def. Owen Wright (AUS) 10.56

BILLABONG SANTA CATARINA PRO QUARTERFINAL RESULTS:
QF 1:
Jadson Andre (BRA) 15.50 def. Michel Bourez (PYF) 15.27
QF 2: Dane Reynolds (USA) 14.27 def. C.J. Hobgood (USA) 13.17
QF 3: Owen Wright (AUS) 13.34 def. Taylor Knox (USA) 12.43
QF 4: Kelly Slater (USA) 15.43 def. Jordy Smith (ZAF) 13.87

BILLABONG SANTA CATARINA PRO REMAINING ROUND 4 RESULTS:
Heat 5:
Taylor Knox (USA) 15.93 def. Mick Fanning (AUS) 14.83
Heat 6: Owen Wright (AUS) 13.60 def. Jeremy Flores (FRA) 8.90
Heat 7: Kelly Slater (USA) 13.27 def. Chris Davidson (AUS) 12.00
Heat 8: Jordy Smith (ZAF) 13.00 def. Roy Powers (HAW) 8.50

CURRENT ASP WORLD TOUR TOP 5 (After Brazil):
1 -
Kelly Slater (USA) 21750 pts
2 - Jordy Smith (ZAF) 18500 pts
3 - Taj Burrow (AUS) 18250 pts
4 - Mick Fanning (AUS) 15500 pts
4 - Jadson Andre (BRA) 15500 pts
(...)
20 - Tiago Pires (PRT) 7250 pts 

Dion sobre Dion

Um vídeo em que Dion Agius se explica a ele mesmo. Vale pelos aéreos que intervalam o palavreado.

28/04/2010

Boost Mobile Surf Show pelos olhos de Dion Agius

Lembram-se do "festival de aéreos" que decorreu na Austrália, em Bondi Beach, logo a seguir ao Quiksilver Pro Gold Coast? Aquele que campeonato que foi ganho pelo Owen Wright com um aereo gigante? Bom, aqui têm esse mesmo campeonato, mas pelos olhos do Dion Agius e do seu cameraman. O vídeo faz parte da "Dion TV" que o surfista do Modern Collective tem vindo a fazer, há já uns anos, para a Globe.

Vejam o vídeo, aqui.

Landscape Altered - episode 2

Depois deste, o episódio 2! Impressionante, huh? A minha opinião é que Kai Neville está a dar aos filmes de surf uma perspectiva estética que ele nunca teve, quer na edição e montagem, quer, obviamente, no tipo de surf que põe nos seus filmes. A meu ver, Kai mistura Taylor Steele e Dustin Humphrey. Mas chega das minhas divagações e vejam mas é este segundo episódio do Landscape Altered!(fonte)

27/04/2010

"Mundaka de l'intérieur"

Qualquer goofy-footer deve sonhar com o dia em que vai surfar Mundaka, uma das melhores esquerdas do Mundo, em condições épicas. Até lá irem, não vão saber como é. Mas pelo menos, já podem ver como é o seu interior, graças a um curto vídeo do local Mundakiano, Kepa Acero. Dêem uma olhada no vídeo e façam, ao mesmo tempo, "mind surfing" dos tubos que vão rolando no vosso ecran.

26/04/2010

Stephanie Gilmore vence o Commonwealth Bank Beachley Classic!

Com esta vitória, Steph contabiliza a sua terceira etapa ganha no WWT em 2010 e está destacada no 1º lugar desse circuito. Sally Fitzgibbons conseguiu em Dee Why a sua segunda final seguida e está no segundo lugar do ranking, com os olhos nas costas de Steph. O WWT parte agora para o Peru, mais precisamente para a onda de Lobitos, onde entre os dias 5 e 10 de Junho se vai realizar o Movistar Peru Classic presented by Rip Curl.
Fiquem com os resultados deste último evento em Sydney e o ranking actual do WWT (via ASP e Surfer Magazine):

COMMONWEALTH BANK BEACHLEY CLASSIC FINAL RESULTS:
Heat 1: Stephanie Gilmore (AUS) 14.20 def. Sally Fitzgibbons (AUS) 12.40

COMMONWEALTH BANK BEACHLEY CLASSIC SEMIFINAL RESULTS:
Heat 1: Stephanie Gilmore (AUS) 16.33 def. Silvana Lima (BRA) 9.14
Heat 2: Sally Fitzgibbons (AUS) 11.97 def. Sofia Mulanovich (PER) 10.16

COMMONWEALTH BANK BEACHLEY CLASSIC QUARTERFINAL RESULTS:
Heat 1: Silvana Lima (BRA) 9.97 def. Jessi Miley-Dyer (AUS) 8.13
Heat 2: Stephanie Gilmore (AUS) 16.77 def. Carissa Moore (HAW) 8.17
Heat 3: Sofia Mulanovich (PER) 11.50 def. Coco Ho (HAW) 10.50
Heat 4: Sally Fitzgibbons (AUS) 16.84 def. Melanie Bartels (HAW) 11.23

COMMONWEALTH BANK BEACHLEY CLASSIC ROUND 3 RESULTS:
Heat 1: Silvana Lima (BRA) 10.50 def. Amee Donohoe (AUS) 9.40
Heat 2: Jessi Miley-Dyer (AUS) 11.25 def. Chelsea Hedges (AUS) 9.40
Heat 3: Carissa Moore (HAW) 9.50 def. Rebecca Woods (AUS) 7.30
Heat 4: Stephanie Gilmore (AUS) 11.10 vs. Laura Enever (AUS) 7.25
Heat 5: Sofia Mulanovich (PER) 12.65 def. Claire Bevilacqua (AUS) 10.00
Heat 6: Coco Ho (HAW) 12.15 def. Paige Hareb (NZL) 11.70
Heat 7: Melanie Bartels (HAW) 14.10 def. Rosanne Hodge (ZAF) 12.00
Heat 8: Sally Fitzgibbons (AUS) 16.75 def. Lee Ann Curren (FRA) 7.85

ASP WOMEN’S WORLD TOUR RATINGS POINTS:
1. Stephanie Gilmore(AUS) 3960
2. Sally Fitzgibbons(AUS) 3252
3. Sofia Mulanovich(PER) 2832
4. Melanie Bartels(HAW) 2628
4. Chelsea Hedges(AUS) 2628
6. Carissa Moore(HAW) 2472
7. Silvana Lima(BRA) 2412
8. Coco Ho(HAW) 2220
9. Rebecca Woods(AUS) 1824
10. Paige Hareb(NZL) 1632
10. Jessi Miley-Dyer(AUS) 1632
12. Rosanne Hodge(ZAF) 1440
12. Lee Ann Curren(FRA)1440
14. Amee Donohoe(AUS) 1260
15. Bruna Schmitz(BRA) 1080
15. Claire Bevilacqua(AUS) 1080
17. Nikita Robb(ZAF) 900

25/04/2010

As novas oportunidades do país

"Cavaco Silva considera que “importa afirmar a ideia de que o mar é um activo económico maior do nosso futuro” e que “o mar se deve tornar na verdadeira prioridade da política nacional”."

24/04/2010

Vencedores do Billabong XXL Global Big Waves Awards 2010

Os prémios mais alucinados do ano já foram entregues e as surpresas....não existem! Dêem uma olhada no vídeo e vejam quem ganhou! (vídeo via LineUpSurfTV)

23/04/2010

Rehab tubular para Andy Irons

Durante o ano passado, 2009, Andy Irons, Joel Parkinson, Occy e Luke Egan estiveram na West Australia. Era uma viagem tipo "intervenção" surfistica, tentando obter os mesmos resultados que a de Occy teve aquando da sua reabilitação, "rehab" essa que esteve na base do título mundial de 1999 de Occhiluppo. Mas desta vez, a intervenção-rehab, era para Andy Irons e para o 3x campeão do Mundo encontrar-se a si mesmo, desenvolver o seu amor pelo surf e estar com os amigos. Ao que se sabe, esses objectivos foram cumpridos e Andy Irons até está de volta ao Tour. Resta é saber se vai ganhar mais algum título mundial (Quem acredita? Votem na sondagem ao lado!) . Soube-se que a "pandilha" apanhou altas ondas numa das terras mais inóspitas do Mundi, tubularmente falando, claro. Depois de algumas reportagem em revistas de surf, Joel Parkinson no seu site, publicou um vídeo, vídeo esse que aqui deixo. O vídeo nem é mau mas bem que podia ter mais umas ondas, afinal "reza a lenda" que apanharam altos tubos.

21/04/2010

Rebeldes - nova campanha da Oakley!

Parece que o marketing do surf anda em altas! Depois da campanha do wax em folhas de papel da Peugeot no Brasil, uma campanha muito diferente da Oakley, conhecida marca de "sunglasses". Envolvendo toda a equipa, num anúncio bem punk a preto e branco, umas frases bem grunge e muito espírito rebelde. Até Tom Whitaker parece ter ar de rebeldinho! Até Lance Armstrong (sim, o famoso ciclista é da Oakley)! Vejam no link que se segue. Abram o link, esperem um pouco que começa logo a dar! (sugestão via Thiago Dorta).
Vejam o anúncio, aqui.

Sufline's Power Rankings post Rip Curl Pro Bells Beach

Ora o Coach Ian Cairns está de volta com os seus Power Rankings no Surfline. Atrasados mas cá estão eles. Como sempre, vale a pena ver!

Castles in the sky

O trailer de um dos filmes que mais expectativa tem gerados nos últimos tempos, já saiu. Castles In The Skay, o sucessor de Sipping Jetstreams e 2º na triologia, está pronto e vai chegar às lojas (americanas e australianas...) no dia 15 de Junho. O filme é de Taylor Steele  e conta com surfistas como Dion Agius, Craig Anderson, Rob Machado, Dave Rastovich, Mike Losness, entre outros, a surfar na Índia, Perú, Vietname, África e Islândia. Fiquem, então, com o fantástico trailer.

20/04/2010

3 barris numa tábua

Se numa prancha já é algo difícil, imaginem quão difícil será mandar três (3!!) tubos numa onda só, de alaia! Vá, não é preciso imaginarem, vejam este vídeo do Dave "Rasta" Rastovich em Noosa e já podem ver a sério, fora da vossa cabeça e do mundo das ideias!

19/04/2010

Dane vs Parko

O vídeo fala por si mas mesmo assim não quis deixar de vos dizer o que podem esperar deste vídeo. Ora, então, este vídeo é basicamente o conjunto da maior parte das ondas filmadas no heat do round 4 entre Dane Reynolds e Joel Parkinson em Snapper's Rocks. Lembram-se? Aquele vídeo em que o Dane rebentou com a escala do surf em heat e fora de heat? Lembram-se? Claro que lembra.
Muito bem editado por Riley Blakeway da Stab Mag, este é um vídeo que recomendo....MUITO. Só uma questão: Dane é o melhor surfista do Mundo e o surfista preferido cá da malta. O homem lê Kafka e Bukowski e dá aéreos reverse gigantes intervalado com carvings brutais, como não gostar dele?
Ah, sim, o vídeo também tem as ondas do Joel Parko. Tudo muito bonito, tubos e tal. Go Dane! (via Stab Mag)

Pão nosso de cada dia (quem nos dera..)

Vemos a onda, remamos, viramos a prancha, remamos, remamos, dropamos, passa a secção, passa a secção, metemos para dentro, o tempo pára, saímos, rasgada e prontos para a próxima. Tudo isto, pelos os olhos do peruano Gabriel Villaran. (via Stab)

18/04/2010

João Macedo runner-up no XXL Wipeout Of The Year (?)!!! Bem, talvez....

Não sou eu que o digo, é um tal de Taylor Paul, um daqueles "chargers" de Mavericks que fez um artigo de opinião no site da Surfing Magazine. Deixo-vos aqui a parte que fala do "nosso" João de Macedo, um dos possíveis candidatos à vitória no Wipeout of The Year dos Billabong XXL Awards. Taylor Paul refere-se a esta queda do homem da Praia Grande.. O que acham, até merece ganhar, não?!

"Wipeout of the Year

This one is difficult to call too because there are nine nominees. But I’d say CARLOS BURLE is the winner. Hold on…what? Oh, apparently Carlos’ face-plant halfway down a 25-footer during the Mav’s contest didn’t make the cut. I guess they figured they already had their Brazilian quota filled by Danilo Couto. Okay, in looking at actual nominees, I’m gonna go with TWIGGY’s wipeout at Jaws. I think that it’s most surfers’ worst fear. Plus, they gotta give one category to Twig, he’s been so close so much! Runner up: Joao de Macedo at Mav’s. (Maybe they didn’t put Carlos in here because they thought Joao was Brazilian. He isn’t. He’s Portuguese. He rushes. Sometimes, he falls.)", daqui.

Raoni Monteiro assina com a O'Neill

Numa história similar à do australiano Shaun Cansdell, Raoni Monteiro assinou com a marca americana de Santa Cruz, O'Neill. Depois de ser largado pela Rip Curl quando caíu do WTC e ter estado dois anos sem sponsor, Raoni Monteiro, sem dúvida um dos mais talentosos surfistas brasileiros, assina agora com esta marca que, se tudo correr bem, lhe dará o apoio para voltar ao WT. Este anúncio foi feito enquanto Monteiro se encontra a competir nas O'Neill Coldwater Series, em específico no O'Neill Coldwater Classic em Thurso na Escócia.
Sem dúvida boas notícias para o surf brasileiro.

17/04/2010

Honolua Bay

Só tenho que dizer uma coisa: uma das melhores direitas do Mundo, no Maui, Havai, a quebrar perfeita, ao som do fabuloso Knights of Cydonia da minha banda preferida, Muse. Neste exacto sítio.

Excelente marketing

A isto se chama uma boa campanha de surf, orientada para os surfistas! Se o Brasil e a Fluir o fazem, porque não cá em Portugal? Vamos lá  pessoal da publicidade!

Se toda a cobertura jornalística fosse assim..era de rir!

Paul Fisher ataca outra vez e, como sempre, sem papa na língua ("Com que surfista do WWT é que ias para a cama?"). Perguntas directas a Roy Powers, Adrian Buchan, Brett Simpson, Jay Thompson e Kai Otton. Vejam, a sério. É de chorar a rir. Todas as respostas começam com um bom "Fuck", portanto, vejam!

14/04/2010

Landscape Altered - episode 1

Realizado no âmbito do "Kustom Airstrike" (aquela iniciativa dos 50.000 dólares para a manobra mais louca do ano que o ano passado foi ganha por Dusty Payne), Landscaped Altered é o novo filme (em formato online e através de uma "websérie) de Kai Neville (realizador de Modern Collective) e retrata a viagem realizada por Mitch Coleborn, Chippa Wilson (vencedor da competição Little Weeds da Stab o ano passado), Jay Davies, Clay Marzo e Josh Kerr, para conseguirem exactamente aquilo que o "Kustom Airstrike quer: a manobra mais louca. Assim sendo, Kai Neville pegou naqueles meninos e levou-os para as Mentawaii, o playground do Mundo. O resultado começou a sair agora e promete, muito. Será que alguma das manobras...merece os 50.000? Vamos ter que esperar até ao fim da "websérie". Para já, vejam, então o primeiro episódio, já aqui em baixo.

O Saca e o WCT

Já faltava. À muito que não dizia nada do Tiago Pires e, sendo ele o nosso único representante no WCT, merece que se fale dele
Como sabem, o Saca está a ter o melhor início época desde que entrou no WCT, estando num muito razoável 13º lugar, graças ao seu 17º lugar conquistado na Gold Coast (Quiksilver Pro Gol Coast 2010) e ao 9º em Bells Beach/Johanna/Winki Pop/13th Street (Rip Curl Pro Bells Beach). Esperemos que os resultados continuem e que o Saca garanta a permanência no Tour, tanto no corte de 45 para 32 surfistas após Teahupoo, como no fim do ano, nos 22 que permanecem via WCT.
Não sou grande conhecedor do surf do Tiago, conheço apenas através dos heats que vejo (webcast ou praia), alguns vídeos e mais nada em especial. Mesmo assim, não me lembro de ter visto o Tiago a surfar tão rápido e confiante como este ano. Anteriormente, sentia (será possível sentir este tipo de coisas?) que ele não estava confortável com o seu surf, principalmente em frente aos juízes da ASP. Mas este ano, vejo que ele está confiante, está confortável e está a marcar a sua posição. Continuo (e sei que há malta aí que concorda comigo) a achar que o Saca é um surfista com uma coragem incrível, não só pela caminhada que está a ser a sua carreira (com todos os obstáculos que ele, felizmente e com todo o mérito, ultrapassou) mas também pelo tipo de surf que tem. 
Hoje em dia e cada vez mais, fala-se muito do "atiranço" da malta dos aéreos, que se mandam a secções incríveis só para voar e isso tudo de que vocês sabem do que estou a falar e que, obviamente, tem todo o mérito e merece a minha maior consideração. Mas se me permitem, o Saca tem o "atiranço" de se mandar a secções onde outros preferem sair da onda ou simplesmente ignorar aquele "bocadinho" de onda. Parece pouco? Meus caros, tive a sorte de ver algumas fotografias do "Portuguese Tiger" nos Açores e no Havai e digo-vos, aquele tipo de manobra, reentrys animalescos em secções à beira de rebentar, é tudo menos "pouco". É algo que merece respeito e que poucos no Mundo, muito poucos mesmo, fazem. , já agora, por oposição, quantos fazem aéreos reverse's? 
Bom, mas esta é só uma característica do surf do Saca que quis realçar pois acho que é uma das mais notáveis e que passa, muitas vezes, despercebida. As outras suas boas (e más, porque ele também as tem) características, vocês já sabem quais são.
Saca, não sei se estás a ler isto, mas se estiveres, um grande abraço e continua a mandar-te a eles. Uma força directamente do "Como é que está o surf?"!

Que tubo!

Com um tubo destes (e roubando o título de uma música dos Metallica), Nothing Else Matters. O peruano Gabriel Villaran em Off-the-wall. Aqui.

13/04/2010

Para além da prática #1 - Ricardo Nascimento, fotógrafo.

Para o primeiro "para além da prática", temos o Ricardo Nascimento. Meu colega de escola há uns anos, só no passado ano de 2009 descobri que tirava fotografias de surf e, ainda para mais, boas fotografias (pelo menos na minha opinião). Quando comecei a "investigar" o seu trabalho, o Ricardo deu-me o endereço do seu site, besugoonline.com, onde me cruzei com coisas tão díspares como fotografias do WCT em Peniche e um vídeo de como se faz uma alaia para bodyboard - vídeo esse feito por ele.
Tive a oportunidade de fazer uma curta entrevista ao Ricardo e, portanto, aqui a deixo, cruzada com algumas fotografias tiradas por ele duranto o Rip Curl Pro Search Peniche 2009.

1- Antes de mais nada, porquê fotografar? Foi algo que sempre quiseste ou foi uma coisa que só apareceu com a idade que agora tens (19 anos)?
Sempre gostei de fotografia, ter a habilidade de congelar uma imagem é qualquer coisa . Foi no ano passado, tive o tal 'click' que me despertou para este mundo.


2- Onde queres chegar como fotógrafo? Queres ser fotografo profissional?
Essencialmente procuro tirar a melhor foto que conseguir. Ter a profissão de fotógrafo profissional não é o meu objectivo.


3- O que gostas mais de fotografar? Porquê?
Desportos de acção! Principalmente surf e bodyboard, por ser praticante e por podermos tirar a fotografia perfeita mas temos uma fracção de segundo para o fazer.


4- Para ti, o que faz uma boa fotografia?
Originalidade. 
5- Ainda não és um profissional do meio mas já tens um suporte online - o teu site - muito completo e a mostrar as tuas ambições. Como vês a relação entre a Internet e a fotografia?
Se um fotógrafo quer divulgar o seu trabalho a internet é essencial. Só uma fracção das fotos tiradas é que vão parar a revistas, com a internet pode-se mostrar aquelas que não vão e que vale a pena serem vistas.


6- Sabe-se que em Portugal (e no Mundo?), singrar como fotógrafo não é fácil e não é uma profissão bem paga. Não tens receio disso?
Não tenho medo nenhum. Não desejo ser fotógrafo profissional porque para mim a fotografia é uma paixão, não um emprego. Fico-me bem pelo título de amador.


7- Que projectos tens a curto, médio e longo prazo?
A curto prazo quero arranjar uma caixa estanque para tirar umas fotos dentro de água e já estou em vias de experimentar a caixa para encomendar uma. A médio prazo queria tentar publicar numa revista de Surf/Bodyboard uma foto tirada por mim e a longo prazo quero simplesmente continuar a gostar tanto de fotografar como gosto agora.


8- Por onde fotografas mais?
Carcavelos, Praia Grande, Peniche, e onde souber que vão dar umas ondas.


Saibam mais sobre o Ricardo em besugoonline.com e, já agora, uma foto do "Besugo".











Legenda das fotografias:
1- Mick Fanning no Lagido
2- Dane Reynolds nos Supertubos
3- Taylor Knox nos Supertubos
4- Kai Otton nos Supertubos
5- Kelly Slater nos Supertubos
6- Tom Whitaker nos Supertubos
7- o Besugo

Para além da prática - Prólogo

Quando comecei o blog, não tinha definido copiosamente os conteúdos (se podemos chamar assim às coisas que aqui ponho) que nele iria pôr. Sabia que ia lançar notícias, vídeos, achados da Web, alguns comentários. Mas para além disso, não sabia. Entretanto, como podem ou não saber, a vida do blog mudou um pouco. Estive na apresentação de um livro e dessa apresentação fiz reportagem e uma entrevista, estive em Peniche para o Search e de lá fiz uma crónicas,ideias e apanhados, já deixei aqui meras divagações e ate já deixei, mesmo coisas para além do surf. Mas sempre quis continuar a aumentar e variar nos conteúdos do blog. Assim sendo...
Hoje, lanço um novo "segmento" aqui no blog - "Para além da prática". Quando fizer "posts" com este título, podem esperar algo diferente. Neste novo espaço do blog, podem esperar entrevistas de algumas pessoas com quem me vou cruzando e que, na minha opinião merecem não só mais atenção por parte da indústria do surf mas, sobretudo, por parte de vocês, surfistas e seguidores deste (muito) discreto canto do surf. Para além disto, são pessoas que, no meu entender, têm algo para dar ao surf nacional, seja através de fotografias, seja ao gerir uma loja de surf. Vamos pôr a questão assim: aqui, vão encontrar todo o tipo de pessoas relacionadas com o surf mas que não são surfistas profissionais.
Fiquem atentos e vão dando uma olhada :)

11/04/2010

Surpresa? - 4º editorial do blog

Ainda não tinha o Rip Curl Pro Bells Beach começado quando (mais uma vez...) o Surfline.com, publicou um (fantástico e muito aconselhável) "slideshow" (de fotografias fantásticas do Sean Collins) acompanhado pela respectiva história das fotografias. Esse slideshow e história são relativos a uma "mini-surftrip" à California e Baja California que Kelly Slater e Taylor Knox fizeram durante o Inverno. Toda essa viagem é relatada pelo Capitão América (Taylor Knox) e as legendas das fotografias são, também, da sua autoria. Ora, a dada altura no "slideshow", mais precisamente na fotografia/plano 10, Taylor Knox tem a seguinte tirada: "I don't know if there's anyone better at recovery", tirada esta relativa a um manobrão e respectiva recuperação que o Kelly Slater manda/faz/aterra.
Se o Taylor Knox não acredita que haja alguém melhor que o Slater a recuperar de uma manobra, o resto da malta do WCT também não deve acreditar. Sim, a malta dos aéreos (Dane, Jordy, Dion Agius, Dusty, Mitch, etc) também tem recuperações animais. Mas em competição? Pois, a recuperar em competição, o Slater domina.
Isto para chegar a uma determinada conclusão: a recuperação do Alley-Oop (neste link só essa recuperação) do Kelly na final do Rip Curl Pro Bells Beach, não é surpresa nenhuma. E o mais engraçado, é que todos se surpreenderam. É o Kelly Slater. O Kelly Slater. Qual é a surpresa?!

Para puxar a memória das recuperações do Kelly, vejam a partir do minuto 3 deste vídeo que aqui deixo e é uma parte do filme (que recomendo) do Kelly, "Letting Go". Quem se lembra desta onda, desta nota 10,  desta bateria, da final, dos outros 10, e, sobretudo, deste campeonato? Quem assistiu?
 
P.S. Se só quiserem assistir à fantástica recuperação do Slater em Teahupoo, então vejam a primeira onda deste vídeo.

Entrevista a Kolohe Andino pelo Surfline.com


É impossível negar duas coisas:

Primeiro, o site americano www.surfline.com é absoluto líder, pelo menos em termos de qualidade, quantidade e variedade de conteúdos, de toda a "webosfera" do surf. Se não conhecem, nem sabem o que andam a perder. Vão ver, já!

Segundo, Kolohe Andino é maior esperança "Under 16" dos EUA e uma das maiores esperanças do surf mundial.

Depois disto, resta-me dizer que o Mike Cianciulli do Surfline entrevistou (bem) Kolohe Andino. Dêem uma olhada, neste link.

09/04/2010

"Drama King" vence Rip Curl Pro Bells Beach

(a todos os que apostaram no Kelly Slater e na Steph Gilmore nas sondagens, parabéns! acertaram!)

RIP CURL PRO BELLS BEACH FINAL RESULTS:
1 �
Kelly Slater (USA) 17.03
2 �
Mick Fanning (AUS) 12.00

RIP CURL PRO BELLS BEACH SEMIFINAL RESULTS:
SF 1:
Mick Fanning (AUS) 15.33 def. Taj Burrow (AUS) 12.50
SF 2:
Kelly Slater (USA) 14.66 def. Bobby Martinez (USA) 3.80

CURRENT ASP WORLD TOUR TOP 10 (After Rip Curl Pro Bells Beach):
1 -
Taj Burrow (AUS) 16500 pts
2 -
Kelly Slater (USA) 13750 pts
3 -
Jordy Smith (ZAF) 13250 pts
4 -
Bobby Martinez (USA) 13000 pts
5 -
Mick Fanning (AUS) 11750 pts
6 -
Joel Parkinson (AUS) 10500 pts
6 -
Bede Durbidge (AUS) 10500 pts
6 -
Adriano de Souza (BRA) 10500 pts
9 -
Dane Reynolds (USA) 8250 pts
10 -
Fredrick Patacchia (HAW) 7500 pts
10 -
Adrian Buchan (AUS) 7500 pts
(...) 
13 - Tiago Pires (PRT) 5500 pts

07/04/2010

Mestre Nick Carroll "telling it how it is"

Pequenos excertos do texto de Nick Carroll sobre o round 3 e 4, para a ASL.

Sobre Taj Burrow: "Taj Burrow is so on his game it almost hurts to watch"

Sobre Owen Wright: "O’s learning about the difference between Wildcard World and Rookiedom. In rookie class, you fuck up over and over again, every way possible, until you learn the lessons and stop fucking up. Owen’s fortunate he’s getting 17ths in the process – it means he’s surfing more heats than if he were getting 33rds, and an extra heat or two will flatten out the learning curve."

Sobre Mick Fanning : " His first wave is almost unbearably sharp and precise. Is this why he keeps getting called a robot by the internet kook squad – ‘cause they hate people who don’t fuck up, just as a matter of principle? The next wave, Mick puts up an enormous frontside air, no grab, nothing. It’s the biggest move of the day, probably. Fucken robot!"

Leiam (!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! - é uma ordem) tudo, aqui.

Entre várias coisas, "como destruir ondas pequenas" por Joel Parkinson

Vale a pena ver este vídeo, tem um pouco de tudo. Bom surf no que se encontra de onda nos arredores de Bells, conversa, partidas ao Mick Fanning, é um vídeo muito fixe e dá para entreter se não tiverem nada para fazer. Dêem uma olhada! (fonte http://joelparko.com/)

O outro lado de Bells Beach

Não é só chegar à onda (Bells Beach neste caso..) e surfar bem! É preciso surfar lá, fazer um freesurf, namorar a onda, para lhe aprender os jeitos, conhecer os seus cheiros, as ondas do cabelo, os lábios doces, para quando chegar o momento da verdade...BAM, dar tudo certo.
Neste vídeo da dupla do Insurfnews (Frederick Patacchia & Andrew Oliver), podem ver como se anda a (não) namorar Bells e arredores.. Com Dusty Payne, Kekoa Bacalso, Andy Irons, Roy Power, Dane "Mr Funny" Reynolds e outros.

04/04/2010

4 horas de backup

Sou o único a achar "engraçado" que alguns dos spots alternativos do Rip Curl Pro Bells Beach sejam a 3h e meia/4 horas de distância de Bells Beach? É do tipo: "É pá, não há ondas aqui em Peniche!" "Então bora lá checkar Viana do Castelo". Engraçado, não?

Vejam o mapa por mim feito (com a ajuda do Google Earth) em baixo e vejam os spots. Não parece longe, pois não? Mas é um bocadinho (pelo menos no standard português). Duas ou três horas de viagem, dependendo do sítio.

De Bells Beach para Wiki Pop, dez minutos.
De Bells Beach para Johanna, duas horas (fonte).
De Bells Beach para Woolamai, quatro horas (fonte).

(carreguem no mapa para ampliar)


03/04/2010

Está Andy de volta?

Na primeira etapa, talvez com o peso do nervosismo, Andy parecia estar "enferrujado", lento, e a forçar o seu surf, as suas manobras. Houve quem o acusasse de sorrir demais, estava demasiado feliz. Estava bem...com a derrota. Mesmo havendo quem tivesse visto a raiva da derrota nos seus olhos. Onde estaria Irons?

Ontem, no seu heat do round 1 em Bells Beach, o primeiro da "comp" dos senhores, Irons não deu hipótese a Yeomans e Dane (apesar do quase-aéreo deste ter WOW o webcast inteiro). A sua onda nota 8, saiu-lhe dos pés, naturalmente. Radicalmente, muito graças à primeira manobra, cuja fotografia encontram em baixo. Venceu o heat. Sorriu na entrevista. Riu-se. Estaria bem...com a vitória? Quem não gosta de ganhar? Será que Andy ainda gosta de ganhar? Será que Andy quer? Será que Andy consegue sorrir, rir...e ganhar? Onde está Irons?

Atrás de um sorriso, uma das melhores competidoras da história do surf mundial

Stephanie Gilmore, actual tri-campeã do Mundo, venceu o Rip Curl Pro Bells Beach 2010 e em duas etapas, do WWT já realizadas este ano, venceu duas.A campanha para o quarto título mundial está mais que lançada. Um dos maiores domínios de circuito competitivo do surf, de sempre. YEAH STEPH! O WWT vai agora para a Nova Zelândia, Taranaki, onde pela primeira vez se vai realizar o TSB Bank Women's Surf Festival, terceira etapa do circuito.

02/04/2010

Inquérito à nova sondagem!

Ora, neste momento, o surfista mais votado na sondagem sobre o Rip Curl Pro Bells Beach, é Taj Burrow  e Kelly Slater e em segundo lugar, o "outro". Quando decidi quem ia pôr a voto nas sondagens, achei que tinha escolhido o grupo de surfistas que mais provavelmente irão tocar o sino. Mas parece que vocês, leitores e "votadores", discordam. Assim sendo, venho-vos perguntar quem é o outro para eu poder juntar à lista mas com o seu nome próprio! Vamos lá malta, digam-me!

01/04/2010

"Diário dos sinos"

Quem lá está, sabe mais que quem vê. Assim sendo, usufruam do vosso tempo a ler as palavras do Júlio Adler que está a assistir à (falta de) acção in loco. Leitura mais que recomendada, aqui.