16/02/2010

Isto é uma notícia - Ruben Gonzalez agarra-se ao freesurf!

Sim, leram bem, o Ruben vai deixar de competir para se tornar freesurfer profissional. O 4x campeão nacional vai dedicar-se a algo que com certeza lhe trará mais alegrias que a competição: o surf sem pressão nos melhores dias do ano, onde quiser. Da parte do blog, desejos do maior sucesso ao surfista do Guincho!
Leiam tudo aqui e aqui.

9 comentários:

www.maresdomar.webnode.com disse...

Ganda "Tainha", espero é que vá fazendo uns WQS para ter direito a entar no TripleCrown ;)

Hugo "pxr" Pires disse...

Não consigo entender, tantos surfistas a precisar de patrocínios e agora um "free-surfer" Português. Desejo-lhe toda a sorte do mundo mas é por estas e por outras que o nosso pais não anda para a frente!!!

Diogo Alpendre disse...

Foi exactamente isso que eu pensei! O Ruben tem que arranjar maneira de lá estar, ele tem vindo a ter cada vez melhores resultados por lá..

Bom, o Ruben não é o único freesurfer português..tens o Pekel, o Tomás Valente, entre outros. Acho que não é por aí que que o país não anda para a frente. Acho que o Ruben reflectiu sobre a sua carreira junto dos patrocinadores e conjugando alguns factores (idade+currículo+imagem+potencial, por exemplo) chegaram à conclusão que esta aposta era a mais indicada. Na minha modesta opinião, acho que o Ruben mais rapidamente traz sucessos e bons momentos a Portugal como freesurfer do que como competidor..ele nem andava a ter anos fáceis em competição. Repara também que se gasta muito mais dinheiro a andar de um lado para o outro atrás dos QS espalhados pelo Mundo do que em 5 ou 6 viagens por ano..mas isto é a minha opinião!

Abraço e vão passando

Diogo aqui do blog!

João Afonso disse...

Boas,

Sinceramente não percebi, qual o problema de o Ruben dedicar-se exclusivamente ao free surf, acho que até terá mais sucesso do que como competidor.
Que eu saiba a Australia é o país com mais free surfers e o surf deles é o que está mais a frente além disso o Ruben já não tem que provar nada, ele já provou que sabe competir ao contrário dos restantes free surfers Portugueses que não têm sucesso em competições e para terminar o que as marcas procuram é retorno, não estão minimamente preocupadas com os miúdos que não tem patrocínio. Esta é a realidade.

Abraço

Hugo "pxr" Pires disse...

@ João,
-Tens toda a razão relativamente ao valor do surf do Ruben.
-Portugal não tem nada a ver com a Australia em termos de surf, a realidade é completamente diferente.
-Tens toda a razão quando dizes"o que as marcas procuram é retorno, não estão minimamente preocupadas com os miúdos que não tem patrocínio. Esta é a realidade", e essa realidade é que me deixa triste e tocas-te mesmo no ponto que eu queria.

Abraços e boas ondas.

Diogo Alpendre disse...

Na minha opinião, o Rúben como freesurfer é algo muito positivo em Portugal. É que com esta notícia, aliás, só com esta notícia, ele tornou-se o melhor freesurfer português. A meu ver (não querendo ser polémico) ele é o primeiro grande freesurfer português: conjuga uma exemplar carreira competitiva com apetite por desenvolver áreas menos exploradas do surf português - tow-in, ondas grandes, perseguir swells. Ele é o primeiro surfista português, a meu ver, a merecer ser "freesurfer profissional". Fez o que tinha a fazer em competição e agora vai empurrar fronteiras!

O que acham?

Diogo aqui do blog

Hugo "pxr" Pires disse...

@Diogo
Eu acho isso tudo muito giro mas penso que antes de se poder criar um "free surfer" Português o surf em Portugal deveria ser mais desenvolvido, deviam de haver mais apoios para os mais novos (para a nova geração porque os que deviam reinar agora são uma lastima, excepto o nosso Tiago Pires, em termos internacionais apesar dos apoios, e que apoios), devíamos de ter mais pessoal lá fora a lutar por um lugar ao sol. Mas não, a nossa mentalidade pequenina do tipo queixinhas, que ninguém ajuda, sou um coitadinho já enjoa.
Além disso e como deves de saber um surfista de "tow" tem de ter uma equipe, companheiros de ondas, e o Ruben sozinho não tem (já deves de ter visto os vídeos do Laird e companhia) ou então é um "free surfer" acompanhado, quando é possível, por surfistas de "campeonato".
Boa sorte ao Ruben é o que lhe desejo e que curta bem esta grande oportunidade.

João Afonso disse...

Concordo contigo Diogo, o Ruben já mostrou o seu valor competindo, têm toda a legitimidade de ser um free surfer. Quanto ao que o Hugo referiu não deixa de ter razão preferimos ser bons cá dentro do que maus lá fora mas não nos podemos esquecer que o Kikas, o Vasco, o Zé Ferreira e o Jervis estão a ir para fora do país e isso é positivo.

Abraço

www.maresdomar.webnode.com disse...

O companheiro do Ruben é nada menos que o Grego e outros... parece-me bem acompanhado... BOAS ONDAS :)