28/02/2010

Na água às 9!

É verdade pessoal, o Quiksilver Pro/Roxy Pro, começa às 9h horas da Gold Coast, ou seja 23h de Lisboa, com o Round 1 do Roxy Pro, sendo que depois, por volta do meio dia, troca para o Round 2 do Quiksilver Pro. Sigam tudo, carregando nas imagens dos eventos disponíveis na barra lateral do lado direito. Sigam, também, os comentários aos heats em directo por parte do blog, em http://twitter.com/DiogoAlpendre. (fonte)

 Os heats do round 1 Roxy Pro vão ser:

ROXY PRO GOLD COAST ROUND 1 MATCH-UPS:
Heat 1:
Sally Fitzgibbons (AUS), Paige Hareb (NZL), Carissa Moore (HAW)
Heat 2: Coco Ho (HAW), Rebecca Woods (AUS), Claire Bevilacqua (AUS)
Heat 3: Stephanie Gilmore (AUS), Bruna Schmitz (BRA), Tyler Wright (AUS)
Heat 4: Silvana Lima (BRA), Jessi Miley-Dyer (AUS), Nikita Robb (ZAF)
Heat 5: Sofia Mulanovich (PER), Rosanne Hodge (ZAF), Lee Ann Curren (FRA)
Heat 6: Melanie Bartels (HAW), Chelsea Hedges (AUS), Amee Donohoe (AUS)

E do Round 2 do Quiksilver Pro, vão ser:

QUIKSILVER PRO GOLD COAST ROUND 2 MATCH-UPS:
Heat 1:
Taj Burrow (AUS) vs. Garrett Parkes (AUS)
Heat 2:
C.J. Hobgood (USA) vs. Blake Ainsworth (AUS)
Heat 3:
Bobby Martinez (USA) vs. Craig Anderson (USA)
Heat 4:
Damien Hobgood (USA) vs. Neco Padaratz (BRA)
Heat 5:
Dane Reynolds (USA) vs. Blake Thornton (AUS)
Heat 6:
Jordy Smith (ZAF) vs. Marco Polo (BRA)
Heat 7:
Kieren Perrow (AUS) vs. Travis Logie (ZAF)
Heat 8:
Fredrick Patacchia (HAW) vs. Tanner Gudauskas (USA)
Heat 9:
Dean Morrison (AUS) vs. Matt Wilkinson (AUS)
Heat 10:
Kai Otton (AUS) vs. Nathan Yeomans (USA)
Heat 11:
Kekoa Bacalso (HAW) vs. Jay Thompson (AUS)
Heat 12:
Mick Campbell (AUS) vs. Adam Melling (AUS)
Heat 13:
Michel Bourez (PYF) vs. Patrick Gudauskas (USA)
Heat 14:
Ben Dunn (AUS) vs. Daniel Ross (AUS)
Heat 15:
Roy Powers (HAW) vs. Andy Irons (HAW)
Heat 16:
Drew Courtney (AUS) vs. Luke Stedman (AUS)

Andy Irons

O tweet do Chris Mauro, ex-editor da Surfer, onde encontrei este link, diz tudo : "Not sure if I recognize this guy or not...http://tinyurl.com/yknfzr5". Leiam o texto e manifestem-se. Ah, falta o link, está aqui.

27/02/2010

Round 1 do Quiksilver Pro Gold Coast - Como tudo começou, bateria a bateria (ou quase)..

Vou ser muito honesto: adormeci (literalmente) em grande parte dos heats deste round. Mas o meu sono foi inteligente porque, do que já apurei, não perdi nada de maior importância. Mesmo assim, aqui vai a minha opinião sobre o primeiro dia do Quiksilver Pro Gold Coast 2010.
Na primeira bateria, os três surfistas acusaram acusaram nervosismo e as condições estavam, com Dane disse na entrevista pós-heat, "terrible". Brett acabou por levar a vitória mas sem ter feito nada de especial. No segundo heat, o mar melhorou um pouco e foi aí que percebi que o julgamento das ondas (para já) está mais apertado. Jeremy pegou a maior onda do dia até aquele momento, surfou-a bem e teve pouco mais que sete e meio. O ano passado, era, com certeza, um 8 e tal. Mesmo assim, Jeremy saiu vencedor, sem bem que por pouco, Hobgood estava a surfar bem. No heat 3, o momento patriótico do dia, o nosso Tiago Pires surfou. O heat foi apertado até aos últimos segundos. Novamente notei a questão das notas e dos juízes: contiveram-se muito em todas as ondas mas em especial na primeira boa onda do Saca em que depois de um ataque para lá de vertical ao lip, mandou dois carves verdadeiramente power, algo que até aquele momento, ninguém em nenhum heat tinha conseguido fazer.Tanner G mostrou serviço com um ataque de backside bem afiado e Bobby Martinez com a habitual mestria em pointbreaks para a direita. A vitória é bem merecida para o Saca. No heat 5, três goofies, podia ter sido um verdadeiro festival de pauladas de backside mas não foi. Na verdade, até foi bastante chato. Mas ainda bem que o Adrian Buchan passou em primeiro pois foi quem mostrou mais serviço e, a meu ver, parece-me quem poderá fazer mais no evento. No heat 6, Slater reinou. As pranchas continuam a parecer um pouco pequenas e há quem prefira vê-lo em pranchas convencionais. Eu concordo, fica mais bonito de ver em prancha normal. Mas o que é facto é que mesmo nestas pranchas esquisitas, o homem parte a loiça. Ben Dunn e Marco Polo, nem vê-los. No heat 7, borring......esperava mais do Taj. Mas a verdade é que acusou o seu problema de sempre: quando se espera que ele surfe bem, (vem de uma vitória em Pipe e Burleigh Heads) ele espalha-se ao comprido. Mais uma hipótese no round 2, é bom que ele surfe bem. No heat 8, Mick Fanning mandou na água. Não dava mais nada. Só Fanning e o seu soberbo conhecimento da onda. Kai Otton não tem serviço de backside para superar Fanning de frontside e Parkes estava bem mas forçou demasiado, partiu duas pranchas. No heat 9, achei que o Parko não estava no seu melhor, parecia muito pouco à vontade. Mesmo assim, surfou o suficiente para passar directo ao round 3 e tentar mostrar se vai estar na luta ou não. No heat 10, fiquei bem supreendido com o Mick Campbell, mostrou muito surfe, mandando um bonito tubo de backside por detrás das rochas. Bede não me surpreendeu, afinal ele é de lá e é dos surfistas mais consistentemente bons do Tour. Do heat 11 ao 14, adormeci. Peço desculpa pela minha falta de profissionalismo mas na verdade, não me parece que tenha perdido em demasiado: só um heat com uma nota acima de 13, que foi o de Taylor Knox que fez um 14.83. Não estou surpreendido com o péssimo resultado de A.I (ele não está de volta e deve estar bem nervoso). Acordei ainda a tempo do round 15, de ver uma belíssima rasgada do Frederick Patacchia e ver o Owen Wright a mostar porque é um dos rookies mais temidos deste ano. No heat 16, Jadson não me surpreendeu, já sabia que ele de backside surfa muito irado mas achei que ele estava a surfar com uma prancha um pouco grande para ele para além de estar a matar muita barata onde um bottom puxado chegava. Mas é o seu primeiro heat no WCT e com certeza que ao longo do ano o seu surf vai melhorar.

Basicamente, foi isto que eu achei do round 1. Sintam-se livres para me criticar e comentar este post, apetece-me mesmo ter uma conversa surfística!

Por causa dos diversos alertas de tsunami espalhados pelo Mundo, causados pelo grande terramoto do Chile, não se sabe se haverá campeonato (dos homens ou meninas) hoje. Se houver, sigam-no, aqui.

Aqui vão os heats do round 2 dos senhores (fonte) :

QUIKSILVER PRO GOLD COAST ROUND 2 MATCH-UPS:
Heat 1:
Taj Burrow (AUS) vs. Garrett Parkes (AUS)
Heat 2: C.J. Hobgood (USA) vs. Blake Ainsworth (AUS)
Heat 3: Bobby Martinez (USA) vs. Craig Anderson (USA)
Heat 4: Damien Hobgood (USA) vs. Neco Padaratz (BRA)
Heat 5: Dane Reynolds (USA) vs. Blake Thornton (AUS)
Heat 6: Jordy Smith (ZAF) vs. Marco Polo (BRA)
Heat 7: Kieren Perrow (AUS) vs. Travis Logie (ZAF)
Heat 8: Fredrick Patacchia (HAW) vs. Tanner Gudauskas (USA)
Heat 9: Dean Morrison (AUS) vs. Matt Wilkinson (AUS)
Heat 10: Kai Otton (AUS) vs. Nathan Yeomans (USA)
Heat 11: Kekoa Bacalso (HAW) vs. Jay Thompson (AUS)
Heat 12: Mick Campbell (AUS) vs. Adam Melling (AUS)
Heat 13: Michel Bourez (PYF) vs. Patrick Gudauskas (USA)
Heat 14: Ben Dunn (AUS) vs. Daniel Ross (AUS)
Heat 15: Roy Powers (HAW) vs. Andy Irons (HAW)
Heat 16: Drew Courtney (AUS) vs. Luke Stedman (AUS)

Dusty Payne

O poder das entrevistas é este, pegar no entrevistado, abrir-lhe o corpo e tirar um pedaço de alma para expor ao mundo. Os bons entrevistados, sabem o que devem dar e como devem dar. Os bons entrevistadores, sabem o que hão de procurar. É um constante pescadinha de rabo na boca, o entrevistador que quer perguntar uma coisa mas não pode e o entrevistado que não quer responder a certas coisas. Mas por vezes, há excepções. Não sendo uma entrevistas por aí além, a recente entrevista de Dusty Payne ao Surfline parece ser uma entrevista honesta e reveladora. Só por isso (hoje coisas raras) já vale a pena lê-la. Dêem uma olhada, surpreendam-se com o facto de Dusty Payne ter Diabetes Tipo 1 e mesmo assim, surfar..assim. Leiam tudo, aqui.

26/02/2010

Vai começar!!

O Quiksilver Pro 2010, na Gold Coast Australiana, vai começar! Aqui dentro de 4 minutos! Logo com Dane Reynolds x Roy Powers x Brett Simpson! E não se esqueçam, Saca no heat 3!

10 Best Styles in Surfing pela Transworld Surf

Bom, basicamente é exactamente o que está no título. O Justin Coté da TW fez um apanhado daqueles que, na sua opinião, são os surfistas com o melhor estilo de surf. A lista, na minha opinião, é um pouco...estranha. Não sei se corresponde à realidade mas, tal como eu disse, é apenas a opinião do Justin Coté. Dêem uma olhada, aqui.

25/02/2010

Adrian Buchan escreve sobre 2009 e 2010, bem como..

..sobre assuntos da ASP, tal como as recentes mudanças não só na estrutura do WCT/WQS, como na própria estrutura da instituição máxima do surf competitivo mundial. Adrian Buchan é um surfista diferente, especial, com um talento raro entre os surfistas, para a escrita (tanto que escreveu este livro, muito bonito). Costuma, ao longo do ano, escrever vários textos para o Surfline.com, sobre o ano que está a decorrer. 2010 não vai ser excepção e o surfista de Avoca Beach na Austrália, após cada evento no Tour, vai escrever posts. Podem ir lendo esses posts (ou textos), aqui. Para já, deixo-vos aqui o texto de que falava no início deste post, bem como um curto excerto do mesmo, sobre os prós e contras da redução de surfistas no WT. Leiam, então, esse post, neste link. 

"I think the move to a one ratings system is great as it will ultimately be easier for the public to understand and will make our sport more marketable. Rather than having two separate tours and ratings, we will have one defining ratings. At this stage I am less convinced about the move to reduce the numbers. Yes, it's easier to market 32 than 45 to an audience or sponsor and to possibly run a more economical event but I think we risk the threat of alienating the growing nations of world surfing and losing the international appeal. With surfers from places like the Basque Country, Germany, Portugal, Tahiti and France becoming more and more common on tour and ever expanding our audience, it would be a big loss to lose the interest of these fans if they cannot support their heroes on the biggest stage." por Adrian Buchan, no Surfline.com.

Não impressionou quando passou pelo WCT mas..

...esta sequência do Gabel Kling em Porto Rico, já impressiona, han? Dêem uma olhada, aqui.

23/02/2010

Sunny Garcia

Lembram-se daquela confusão toda, do Sunny Garcia ter chegado atrasado ao heat dele em Pipeline e depois não o deixarem entrar na água, não apresentando uma justificação para tal? Bom, no link que se segue, têm uma entrevista ao Ex-Campeão do Mundo, feita pela Surfing Mag. Vale a pena ler, até porque Sunny fala de outras coisas, nomeadamente de como será o seu ano em 2010. Aqui vai: http://blogs.surfingmagazine.com/news/sun-tell-dat/

Tenham medo, muito medo. Ou não.

Tirando os romantismos comerciais do início, este vídeo do Michel Bourez/Nike 6.0 está bem louco. Check it out!
 
The Spartan Readies for Battle from NiKE 6.0 on Vimeo.

22/02/2010

Ora, tudo vai começar..

..e como tal, aqui vão os heats do 1 do Quiksilver Pro Gold Coast e Roxy Pro Gold Coast. (fonte: ASP)

QUIKSILVER PRO GOLD COAST ROUND 1 MATCH-UPS:
Heat 1:
Dane Reynolds (USA), Roy Powers (HAW), Brett Simpson (USA)
Heat 2: Damien Hobgood (USA), Jeremy Flores (FRA), Matt Wilkinson (AUS)
Heat 3: Bobby Martinez (USA), Tiago Pires (PRT), Tanner Gudauskas (USA)
Heat 4: C.J. Hobgood (USA), Adrian Buchan (AUS), Travis Logie (ZAF)
Heat 5: Kelly Slater (USA), Ben Dunn (AUS), Marco Polo (BRA)
Heat 6: Adriano de Souza (BRA), Michel Bourez (PYF), Blake Thornton (AUS)
Heat 7: Taj Burrow (AUS), Chris Davidson (AUS), Neco Padaratz (BRA)
Heat 8: Mick Fanning (AUS), Kai Otton (AUS), TBA
Heat 9: Joel Parkinson (AUS), Kekoa Bacalso (HAW), TBA
Heat 10: Bede Durbidge (AUS), Mick Campbell (AUS), TBA
Heat 11: Jordy Smith (ZAF), Drew Courtney (AUS), Dusty Payne (HAW)
Heat 12: Taylor Knox (USA), Luke Stedman (AUS), Nathan Yeomans (USA)
Heat 13: Tom Whitaker (AUS), Andy Irons (HAW), Jay Thompson (AUS)
Heat 14: Kieren Perrow (AUS), Daniel Ross (AUS), Luke Munro (AUS)
Heat 15: Fredrick Patacchia (HAW), Patrick Gudauskas (USA), Owen Wright (AUS)
Heat 16: Dean Morrison (AUS), Jadson Andre (BRA), Adam Melling (AUS)

ROXY PRO GOLD COAST ROUND 1 MATCH-UPS:
Heat 1:
Sally Fitzgibbons (AUS), Paige Hareb (NZL), Carissa Moore (HAW)
Heat 2: Coco Ho (HAW), Rebecca Woods (AUS), Claire Bevilacqua (AUS)
Heat 3: Stephanie Gilmore (AUS), Bruna Schmitz (BRA), TBA
Heat 4: Silvana Lima (BRA), Jessi Miley-Dyer (AUS), Nikita Robb (ZAF)
Heat 5: Sofia Mulanovich (PER), Rosanne Hodge (ZAF), Lee Ann Curren (FRA)
Heat 6: Melanie Bartels (HAW), Chelsea Hedges (AUS), Amee Donohoe (AUS)

Os wildcards, já se sabe quem vão ser. Vão ser, então, Craig Anderson e Garrett Parkes, mais o vencedor dos trials, isto para o Quiksilver. Para o Roxy Pro, ainda não se sabe nada mas suponho que seja a vencedora dos trials. 

20/02/2010

O início do ano. Quem tem borboletas a esvoaçar na barriga? - Editorial 3

Metáforas cor-de-rosa à parte, eu tenho. É sempre aquele momento, aquela ansiedade de não saber o que vem aí. Quem será o Drew Courtney deste ano (espera aí!O Cortney requalificou-se!Eh láaa)? Quem será o meio da tabela? Quem ganha o título? Será que o Andy está mesmo de volta? E o KS, mais um ano de experimentação? Será que o Parko recupera dA derrota? E Mick, vai tentar provar o sangue duas vezes seguidas? Será o assalto ao top5 de Dane e Jordy? E onde pára Owen nisto? Ganhará a Steph de novo?  E como será o WWT sem Alana? E Medina, vai continuar a "chocar" o Mundo? E os outros, tão bons ou melhores que Medina, vão reclamar o seu lugar? Tantas perguntas, 10 meses de respostas. Ou talvez menos: com apenas um evento, rapidamente sabemos quais são aqueles que vale a pena seguir, para além de que temos aquelas mudanças em Setembro. Assim sendo, vou deixar neste post algumas das minhas próprias previsões, bem como algumas previsões alheias. Aaaahhhh, o ínicio de ano..

1- Sem merdas e muito simplesmente, o Tiago "Saca" Pires vai garantir a sua presença em 2011. Preparem a joula e os tremoços. Nem desejem boa sorte ao "Tiger", nem nada. Ele não precisa. O Saca merece e consegue-o, na boa.

2- O Andy não está de volta. Polémicas à parte, quem o viu a fazer um heat decente desde que se retirou? Sim, em Pipe, claro. Mas porra, ele é de lá. Como não haveria de fazer heats decentes ali?!

3- Esta classe de rookies vai ser ESPECTACULARMENTE, BRUTALMENTE, ESPECIALMENTE, igual a todas as outras. Uns vão-se dar bem, outros vão-se dar mal. Sempre foi assim e - raras excepções à parte - sempre assim será.

4- O Drew Courtney vai ganhar pelo menos um heat contra um dos "new-school surfers".

5- Slater e Dane (continuando a moda começada por Curren em 96) vão prosseguir surfando com pranchas pequenas, largas e rápidas.

6- Dane vai arrasar, claro.

7- Jordy também, claro.

8- O título é de um destes: Kelly, Mick, Joel ou Taj. Um certo (reparem como este "certo" é preciso) Rookie não está fora de chance.

9- Dos 45 (e, depois, 32) apenas 4 ou 5 vão perceber, já este ano, o One Ranking System.

10- O Clash of the Icons em Bells, entre Occy e Curren, vai bombar em Bells a roçar o perfeito.

11- Vai ser a última época de WT de, pelo menos, 3 surfistas, veteranos do Tour.

12- Esperemos que seja um ano em grande.

13- Yeah Medina! Yeah Andino! Yeah júniores de todo o Mundo!

14- Tenho um feeling que a Steph vai levar o quarto! Mas é preciso não esquecer Sally, Coco e, sobretudo, Carissa e Silvana.

15- O Mundo do surf vai ser um lugar mais feio sem podermos ver Alana Blanchard, pelo menos, 9 vezes por ano. Alana, o Mundo está contigo, 2011 estás no WWT outra vez (por favor!!!!)!

Outras (variadas) previsões, nos diversos "aqui's" que se seguem. Portanto, aqui e aqui e aqui. (mais aqui's apareçam, mais aqui's estarão por cá.)

Porque a vida não é só surf..

..vale a pena seguirem (o não só, mas também, surfístico) blogue Arcadia. Se precisarem de uma boa gargalhada (quem não precisa?) recomendo este último post. Se para vocês viver, é política e mar, o Arcadia é o blog.

18/02/2010

Um curto vídeo da nova esperança havaiana: Keanu Asing

Assim é que se quer o surf do futuro, power, rápido e a acabar em grande! Keanu Asing!

Dane Gudasukas entrevistado pela Surfing Magazine

Finalmente, a entrevista por que metade do Mundo espera (se calhar..)! A entrevista ao Gudauskas que ficou fora do WT para este ano de 2010, o Dane! Afinal o gajo está lixado por ter sido o único dos três irmãos a não entrar ou quê? Ele quer entrar no WCT? Qual o plano dele para 2010? Todas e mais algumas respostas, aqui.

"Do you consider yourself to be on the same level as your brothers, capable of the same things?
As far as surfing talent goes, I really believe in my surfing and I believe in my own spirit. I feel I belong on the World Tour. I think that’s where my surfing will come into its own more. Sometimes I struggle with the really small waves because I’m a bit heavier footed, and I think the waves on the World Tour will suit me better. I know I’ve got it inside me, I just have to let the beast out of the cage.", fonte Surfing Mag.

17/02/2010

Quem sabia esta?

Vá, a sério, quem sabia que o Shaun White (aka Crominho do Snowboard) se chama Shaun porque o surfista preferido do pai era o Shaun Tomson? Não acreditam? Vejam em baixo?

"PLAYBOY: Your father named you after Shaun Tomson, his favorite surfer. How come you didn’t end up a professional surfer?
WHITE: I was probably on a boogie board when I was four or five. I was small enough that I could actually stand on it. I was always at the beach, and my dad just decided one day, “Well, you’ve been running the boogie board. You could surf.” I was seven or eight, maybe. He went out and bought a hardboard and took me out to the water on a huge day. Big waves, and it’s California, so it gets really cold. He was dragging me out over these huge waves. I was like, “I’m not ready!” He said, “Here comes one.” I went under, getting just swirled and swirled. I came up [gasps], swirled more, and then I came up to get air again. I was freaking out, and the board smashed me in the face. I was bleeding. I said, “I hate you, and I never wanna do this again.” So I shied away until I was about 13."

"Han, o quê, Playboy?!?!?!". Sim caros leitores, Playboy. Vejam a prova das provas no link que se segue, ou seja, aqui.

Vera Costa - o lado artístico do surf português em exposição

Vera Costa, a surfista-artista da Costa da Caparica que graças ao seu (grande) talento para desenhar e ao apoio do seu principal patrocinador, a Volcom (que a patrocina em surf e arte), tem parte da sua obra em exposição na mítica cidade de Cannes, no Sul de França (perto de Nice). Fiquem a saber mais sobre o trabalho de Vera Costa em http://v-paints.blogspot.com/, o blog da surfista-artista.e vejam, também, o seguinte vídeo da noite de abertura e inauguração da exposição.

16/02/2010

Isto é uma notícia - Ruben Gonzalez agarra-se ao freesurf!

Sim, leram bem, o Ruben vai deixar de competir para se tornar freesurfer profissional. O 4x campeão nacional vai dedicar-se a algo que com certeza lhe trará mais alegrias que a competição: o surf sem pressão nos melhores dias do ano, onde quiser. Da parte do blog, desejos do maior sucesso ao surfista do Guincho!
Leiam tudo aqui e aqui.

Mais vídeos do Hawaii..

..desta vez cortesia Stab Mag e Riley Blakeway (fonte).

15/02/2010

Sabiam que o surf também se faz em terra?

Pois, eu também não. Muito provavelmente, ninguém sabia. Mas o mar insiste que sim. Pelo menos em Mavericks. Dêem uma olhada no vídeo:

14/02/2010

Quiksiver Cypher (outra vez?)

Pois é boa gente, outra vez. Lembram-se dos pequenos anúncios a uns novos calçoes de banho da marca australiana, com slowmo's e HD? Lembram, claro. Agora, imaginem isso tudo, esses anúncios todos, compilados num só filme, com mais uma porrada de clips e surfadas e bons momentos e risadas, entre o México, Tahiti e um estúdio da Quiky. Era mesmo fixe, não era? Não, não era,é!!! Para download grátis e, também grátis visualização, no link que se segue. Vale bem a pena o filme. O surf é inacreditável, claro. O que queriam que fosse quando se junta Kelly Slater, Julian Wilson, Dane Reynolds e Jeremy Flores em localizações como aquelas? Ah, um pormenor interessante, no México, eles surfam aquela direita perfeita do The Search de há uns anos. O quê, ainda estão a ler isto? Vão fazer o download do filme! AQUI.

"Out of the archives" da Runamuk Visuals

Quem se lembra disto, de há 6 anos atrás? Eu não e, aliás, é freesurf, é um pouco difícil a malta lembrar-se. Mesmo assim, aqui fica um vídeo da prozada a partir a loiça, de "Snapper's a Sunset", vindo directamente da Runamuk Visuals.

11/02/2010

"Californication"

"First born unicorn
Hard core soft porn
Dream of Californication
Dream of Californication", Californication dos (grandes) Red Hot Chilli Peppers;


E estes a surfar pela Golden Land. Como é possível não querer lá ir?

09/02/2010

Editorial 2

(Tal como prometido, quinze dias depois (mais coisa menos coisa) aqui vai o segundo editorial.)

Um cliché para começar: O Mundo, é um lugar engraçado.
Estava eu no Sábado passado a reflectir sobre o que haveria de escrever no segundo editorial do blog, quando na RTP2 começa a passar um segmento vídeo dedicado à última etapa do CNSO que ocorreu há uns meses na Nazaré (mais vale tarde que nunca..). Várias coisas me chamaram à atenção nesse programa mas uma ficou retida na minha cabeça: Justin Mujica. Estava encontrado (parte d)o meu tema para o editorial que se avizinhava. Justin Mujica é, sem qualquer dúvida, o melhor surfista que anda nas praias do nosso país. Pode ainda não ter tido o sucesso competitivo do Tiago Pires mas em termos técnicos (leia-se técnica de surf), o luso-venezuelano bate aos pontos o Portuguese Tiger e qualquer outro surfista português. Não procuro polémicas, procuro reconhecer coisas. Qual dos "surfes" está mais actualizado? Qual é mais progressivo? Quem solta mais? Justin Mujica. Mas o Saca é o Saca e o nosso representante no WCT tem algo mais que ninguém parece ter: um poço infindável de raça e espírito de sacrifício. É o que lhe dá o extra para estar onde está. Não tiro o mérito ao Saca, antes pelo contrário, quem me lê aqui no blog sabe perfeitamente que o Saca é um dos meus surfistas preferidos. Mas esta parte do editorial é sobre o Justin, não sobre o Tiago. Quero apenas reconhecer o valor do Justin e dar-lhe uma força após um ano que, a diversos níveis, lhe foi difícil. Acredito que o Justin ainda tem muito para dar ao surf português, europeu e mundial. Quem não acredita, bom, primeiro, é um problema vosso, segundo, dêem uma olhada no surf do Justin e vejam quem mais surfa assim em Portugal.
O segundo tema deste editorial, é o mesmo do anterior. A saída dos nossos miúdos para a Austrália. Se no anterior me mostrava satisfeito com a forte presença portuguesa no Havai, neste quero-me mostrar muito satisfeito com a (muito mais curta) presença portuguesa na Austrália, onde pelo menos 4 jovens surfistas andam a competir no circuito projunior australiano (Frederico Morais, Vasco Ribeiro, Filipe Jervis e Nicolau Von Rupp). O Frederico ainda vai competir no evento 4* do WQS em Burleigh Heads, onde só vão competir nomes como Mick Fanning, Bede Durbidge, Tiago Pires, Sunny Garcia, por aí. Esperemos, também, que os nossos miúdos fiquem para ver o início da época do WT e do WWT. Com uma temporada tão longa fora de Portugal e nos dois centros nevrálgicos do Mundo do surf, o seu nível de surf só vai aumentar, bem como a esperança num futuro (muito) risonho.
Até ao próximo editorial e sintam-se livre para comentar e deixar as vossas opiniões.
Diogo Alpendre

Tanner G vs Patrick G

Um pouco do que (esperemos nós..) vamos poder ver dos dois irmãos Gudauskas que se qualificaraam, no WT de 2010 que está aí quase a arrancar..

Josh Kerr mete para dentro atrás da rocha de Snapper's

07/02/2010

Cypher - nova campanha da Quiksilver

Já a devem ter visto mas eu simplesmente não podia deixar de pôr estes vídeos aqui. Brutais é dizer poucos. À cerca destas novas maneiras de filmar e do filmar em slow-mo e do filmer em HD, só tenho uma coisa a dizer. Vai revolucionar a indústria dos dvd's de surf e eu estou louco para assistir a isso. Vejam em HD!!



Após as notícias, as reacções - Caso Perry Hatchett

Não é novidade e a Internet só veio potenciar isto. Após a publicação de uma notícia, há sempre quem reaja a ela. O surf não é excepção, mais ainda num assunto meio polémico como foi a demissão do Chefe de Juízes, Perry Hatchett. As duas reacções que mais me cativaram foram as de Adrian "Ace" Buchan, top 45 do WCT e um dos surfistas que representa o top45 na ASP, numa entrevista à Stab Mag; e a reacção de Phill MacDonald, ex-WCT, no pseudo-site noticioso de Frederick Patacchia.
Aqui, Adrian Buchan diz que era tempo de mudar. Aqui, Macca fala da dificuldade da tarefa de ajuízar surf e de tudo o que a ASP (não) oferece quando se sai da sua alçada. Ambos reconhecem o valor de Perry e agradecem-lhe tudo o que fez pelo surf competitivo.

Mini-Taj's

Um vídeo dos "groms" que participaram na competição que Taj Burrow organiza todos os anos na sua terra Natal em Yallingup, "Taj's Small Fries". Tão pequeninos e a surfar tanto..quem ganharia o nosso projunior? Eu aposto no puto loiro da Quiksilver que aparece logo de inicio e que ganhou a competição..

(Muito) provavelmente, a maior onda apanhada em remada...

...na história do Surf. O autor do feito foi o havaiano Sion Milosky e podem ver a bomba (e bomba é dizer pouco) a partir do minuto 10:50 do vídeo que se segue.

Bem apanhado pelo Carlos Pinto/OnFire - o 10 de Frederico Morais

O Kikas anda a dar cartas pelo Mundo inteiro. Isso, já todos sabemos. Depois dos WJC e dos ISA, o míudo do Guincho ainda foi dar show ao evento Couran Cove do circuito Pró Junior australiano e por lá fez um 10, numa das melhores (senão a melhor..) onda do campeonato. Sigam o link que se segue e vejam o futuro do surf português, num vídeo de Carlos Pinto da Onfire Surf Mag: http://www.onfiresurfmag.com/VideoPlayer/TabId/68/VideoId/72/default.aspx 
Vamos lá ver que show vai o Kikas dar no "upcoming" Berka Burleigh Pro onde, aliás, Tiago Pires, Mick Fanning, entre outros surfistas de topo vão participar. Convém lembrar que é um WQS de 4*..

Jordy Smith & Victor Pakpour

Sobre este vídeo, a Surfing Mag disse apenas: "Victor Pakpour is a filmer from Laguna Beach. We’re pretty big fans. Notice the use of shadow and light. And Jordy Smith". Brutal, han? (fonte)

Trabalho difícil este do Paul Fisher..

03/02/2010

Perry Hatchett DESPEDIDO!

Parece que sim, um dos homens fortes da ASP foi despedido. Ainda nao se sabem as causas mas parece estranho porque ainda agora o homem acabou de fazer coisas bem grandes pela instituicao (WJC, revisao do criterio de avaliacao..)..

Leiam tudo, aqui e aqui.

01/02/2010

Suspiro do quarentão para cima - this is for people over the age of 0

E a região do Search de 2010...já é conhecida!

É verdade meus caros e minhas caras, o Rip Curl Pro Search "Somewhere" 2010, já tem uma adenda ao "Somewhere"! Segundo a ASL e de acordo com o oficializado pela Rip Curl, o Search vai ser....rufar de tambores......."Somewhere in the Caribbean"! Os 32 melhores do Mundo (não esquecer a actualização do circuito depois de Teahupoo) vão viajar para o exotismo das Caraíbas (onde por acaso é o Haiti....) onde se preparam para surfar num sitio no Mundo que competitivamente, ainda não teve nenhum evento em especial.
O sítio em concreto vai ser revelado em directo no webcast do evento da Rip Curl em Bells Beach, durante os dias 30 de Março e 10 de Abril, no intervalo entre as semi-finais e a final.

A minha aposta está naquela direita nos Barbados, bem redondinha, onde o Slater e o Benji Weatherly  aparecem a surfar no Sipping Jetstreams. Qué que você acha Júlio ;)? Vejam o vídeo em baixo e vejam se não era uma onda óptimo para isto!