30/09/2009

Who will win the 2009 title ?

A Stab falou com dois conhecidos na matéria : Evan Slater e Lewis Samuels. Aqui fica a primeira resposta de cada um deles (o resto podem consultar no link que disponibilizo no fim do post) e as minhas respostas.


Lewis Samuels


"-Who will win the title and why?

-My money is still on Parko, although that may just be wishful thinking, as Mick's surfing is about as interesting as an aerobics video. But here's my reasoning: Once you account for adjusted ratings (dropping worst two events) Parko is farther ahead than we've been led to believe. Also, Parko dominated at Mundaka last year and in Hawaii. Very few surfers have ever won three in a row, so momentum ought to swing back the other way soon enough"


Evan Slater



"-Who will win the title and why?
-I think Mick is going to outpace Joel in this final lap and complete one of the greatest comeback runs in pro surfing history. If you liken it to the old marathon cliché, Mick is just finding his wind. There’s 8 miles left, and all the hours put in the by the tour’s ultimate fitness freak is just kicking into gear. At the same time, Joel has a cramp that won’t go away and is spending way too much time at the water station. Mick’s been there before; Joel’s accustomed to coming close. Fitness over finesse in 2009."


Eu



-Who will win the title and why ?

- Eu apostava no Mick Fanning. É mais forte fisica e psicologicamente, o que resulta em maior consistência e maior capacidade de lidar com a pressão que são duas coisas que Parko não sabe fazer. Para além de que o Mick está super fit e já sabe "what it takes" para ganhar um título mundial.



-If Parko fails, where will it rank among surfing’s all-time chokes?
- Bom, se o Parko falhar, eu acho que ele vai ficar bem em baixo psicologicamente. Mas haverá sempre lugar para ele, obviamente. Precisamos de gajos com a sua linha de onda e "flow" no WCT para o resto da malta aprender como se surfa bonito. Concordo com o Evan Slater, ele ficará para a história ao lado de nomes como o Machado, Taj, Horan, Beschen...



-Can you offer a reason for Parko’s sudden loss in momentum?
- Para dizer a verdade, não percebo a surpresa geral. O Parko nunca foi um gajo consistente, foi sempre um tipo de altos e baixos, tal como o Samuels diz. Aliando isto a uma pseudo-lesão que para alem de o perturbar fisicamente, o perturbou mentalmente, temos um explicação razoável para os dois 17...
Aqui fica o link para as respostas de Evan e Lewis: http://stabmag.com/jed/Who-will-win-the-title-in-2009-Lewis-Samuels-Evan-Slater/

Gabriel Medina, o vídeo da final do King Of The Groms

29/09/2009

Groms

Depois das palavras do Duarte, mais uma apresentação do Medina não me parece necessária. Parece-me sim necessário fazer de "advogado do Diabo".


Hoje em dia, com a quantidade de surf-schools existentes e com o crescente número de praticantes, (quase) qualquer país que tenha ondas se torna numa rampa de lançamento de jovens surfistas. Os casos mais conhecidos, obviamente, são os da Austrália, EUA, Brasil, Indo e até África do Sul. Mas nem tudo é assim tão bonitinho. A maior parte das vezes, infelizmente, o talento não é o suficiente para um surfista chegar ao sucesso. Em todos os países que enunciei em cima, casos de surfistas que explodem muito novinhos e algures no caminho para a vida adulta se perdem, são mais que muitos. Esperemos que não seja esse o caso deste jovem Gabriel Medina. Mostrando desde muito novo talento natural para surfar, este pode ser um dos maiores talentos da nova nova-geração do surf Mundial. Mas, para isso, como disse, não basta o talento, basta todo um acompanhamento que qualquer jovem surfista deve ter. É importante não esquecer que os míudos não são máquinas e que não passam de míudos ! São precisos Planos B, C, D e até E porque uma carreira de surfista não dura uma vida e mais importante que isso, a educação é um dos maiores bens que qualquer pessoa pode (e deve!) receber. Um bom exemplo (pelo menos segundo o que passa cá para fora) é o dos ubergroms Carissa Moore e Kolohe Andino. Muito provavelmente são as duas maiores esperanças de surf americanas mas não é por isso que deixam de estar a fazer a sua vida escolar no normal. Eles ainda estudam, os pais ainda os proíbem de andar um ano inteiro em viagem e até querem que eles façam uma vida leceal normal no estado da Califórnia. E é por isso que eles deixam de obter bons resultados ? Se têm seguido as noticias deste blog e da imprensa surfistica, sabem que não. Outra coisa importante, é o dinheiro. A quem não dão jeito mais uns trocos ? A todos dão jeito mas não se pode cegar pela necessidade de ouvir o "plim plim" nos bolsos. Há que pôr os míudos em primeiro.

Confesso-me como um fã do Gabriel Medina, do Kolohe, da Carissa, etc, e quero que eles evoluam tal qual o imenso potencial deles o permita mas também quero que eles se formem como pessoas. Não só os vai tornar melhores pessoas como melhores atletas, mais completos e mais inteligentes, mais profissionais. E se o mundo do surf se anda a queixar da falta do profissionalismo da ASP, é preciso pensar que quando a ASP for mais profissional, não se podem pôr em frente das câmaras surfistas que não saibam dizer uma frase compostinha e direitinha. Quer-se que eles ajam como profissionais e a educação, para esse fim, é essencial.

Só umas ideias...

Go Groms !

Gabriel Medina....by Duarte Alves

Duarte Alves é um nome novo aqui no blog. Este jovem rapaz é daqueles adeptos de surf que adoram surf new-school e é só ver um surfista a mandar grandes aéreos para os seus niveis de adrenalina aumentarem exponencialmente. Foi o que lhe aconteceu a ver o recém terminado King Of The Groms que foi vencido por este rapaz sobre o qual convidei o Duarte a falar. Duarte, a palavra é tua :

"Alguns já o conhecem, outros passaram a conhecê-lo, uma coisa é certa o jovem prodígio brasileiro Gabriel Medina é dono de um surf que não passa nada despercebido, um surf muito fluido e como qualquer grom muito "new-school". Já no passado mês de Julho ganha o WQS 6* no Brasil em que na final derrotou o veterano Neco Padaratz, tornando-se o mais jovem vencedor de uma etapa do WQS de 6*, catapultando o seu nome para os ouvidos de qualquer surfista que segue esse circuito. Hoje mostrou mais uma vez que tem um surf cheio de potencial que explodia em cada lip na praia de Bourdaines levando-o até ao título de King of the Groms em que derrotou na final o seu compatriota Caio Ibelli, destruindo completamente qualquer hipótese do Caio sair vitorioso (que não foi aquém dos 12.73 pontos totais...), fazendo nada mais nada menos que um score perfeito (20 pontos!) e ainda descartando um 9.70!Cada onda que o Gabriel apanhava na final era autênticas rampas de lançamento para o seu surf. Esta vitória para além do reconhecimento mundial que tem, também dá-lhe a oportunidade de entrar nos trials da etapa do WCT na Gold Coast do próximo ano. Espero que seja um prodígio que ainda nos dê muito que falar!

Já o conheciam? O que acham? O Brasil tem futuro garantido no WCT daqui a uns anos?"
Confiram os vídeos dos heats no KOTG de Gabriel Medina em : http://quiksilverlive.com/king09/

28/09/2009

Rip Curl Pro Search Portugal

Só para "informar" os distraídos que o site da etapa do WT que passa por cá já está on há uns tempos...
http://live.ripcurl.com/?home

27/09/2009

Mick vence "back to back events" : depois do Hurley Pro, o Quik Pro em França.



Depois de ter vencido o evento em 2007, Mick Fanning volta a vencer o Quiksilver Pro France e coloca-se numa excelente posição para a conquista do título de Campeão do Mundo. Parko já conta com dois 17 enquanto Mick só conta com com um 17 e um 9 é o seu outro resultado mais baixo. A diferença entre ambos é que Parko tem mais um evento ganho que o seu amigo. Se Parko quer, verdadeiramente, atacar o título, não pode ter (mais) nenhum deslize no resto das etapas que faltam. Mick está ali mesmo à espreita e só os separam 146 pontos. Não esquecer ainda o facto de Mick ser muito mais forte psicologicamente que Parko e já saber como se ganha um título.


Sabem uma coisa? A corrida ao título está BEM mais interessante.

Saca


A esta hora, já todos sabemos duas coisas : o PS ganhou as legislativas e o Saca ficou em 3º lugar no Quiksilver Pro France 2009. Não me quero alongar na vitória do Saca, já todos soubemos que o "nosso menino" perdeu no round 1 frente ao Jordy Smith e ao Dayyan Neve. Ganhou, bem, ao Kekoa Bacalso no round 2. Atropelou e vingou-se do seu (injusto) carrasco em Trestles, Damien Hobgood, no round 3. Despachou o colega da Euroforce Tim Boal no round 4. Num comeback à la Slater e num heat fenomenal, eliminou....Kelly Slater nos quartos de final. Nas meias finais, por mérito do adversário e falta de ondas, o Tiago perdeu para o eventual vencedor do evento, Mick Fanning.

De certeza que não teve este resultado por isso, o Tiago deve estar a borrifar-se, mas espero que este resultado cale quem nada percebe de surf e se dá ao direito de criticar o Tiago. Viram alguma onda grande e tubular, supostamente a especialidade Saca ? Não. O Tiago teve este excelente resultado num mar que, supostamente, é a sua fraqueza.

Não há espaço para a pergunta dos casamentos, portanto, calem-se para sempre.


Mais ainda, subiu de 36º no Mundo para 23º o que ajuda, em muito, a sua campanha para a requalificação para o Dream Tourn de 2010.

25/09/2009

Ironia do destino

Não é irónico que o Saca, no seu heat do round 3 do Quiksilver Pro France, vá voltar a encontrar Damien Hobgood que o eliminou em Trestles, num heat extremamente polémico ?

Eu acho que sim. Sigam o evento em http://quiksilverlive.com/profrance09/

P.S. E o 9 do Saca frente ao Kekoa Bacalso, han ?

24/09/2009

Um vídeo diferente

Graças ao blog (http://www.jrfaria.com/, link que agora também disponibilizo na secção de links do blog) do surfista brasileiro Júnior Faria descobri um vídeo do Surfers Journal. É um vídeo diferente, tal como vão perceber quando o virem. Ponham o nível de som a um volume razoável para ouvirem os intervenientes, Dan Malloy e Dane Reynolds. Quem não precisa de um vídeo diferente "once in a while" ?

TSJ POV - "Dan Malloy & Dane Reynolds Board Swap" from The Surfer's Journal on Vimeo.

The Drifter

23/09/2009

Power Rankings do Surfline

E já foram publicados os Power Rankings do Surfline relativos à etapa de Trestles do WCT dos senhores. O Tiago aparece em 31 e o Marlon em 43. Dêem uma olhada, é só clicar no link aqui de baixo...

Kolohe Andino destrói mini-ondinhas

Ai que este míudo surfa tão mal...tão mal...não vejam o vídeo, é horrivel... (a sério, VEJAM!!)
http://www.surfline.com/video/featured-clips/fighting-flatness_30541

Cj's boards stolen in France

Sean Doherty / Parko / Stab

Muito interessante, Sean Doherty, um escitor de surf e surfista australiano, actual editor na Tracks, anda atrás de Parko a escrever um livro sobre este ano do Cooly Kid. Não me quero adiantar muito porque o próprio projecto do livro é..suis generis. Neste links em especifico, somos recambiados para uma entevista do inevitável Jed Smith em que este fala com Doherty sobre o resultado de Parko em Tretles.

21/09/2009

Um "deitar" diferente

Como já devem ter reparado (se não repararam, recomendo uma consulta médica), o nosso e também vosso, blog mudou.
Já há algum tempo que vinhamos a fazer pequenas alterações aqui e ali e desta feita, parece-nos, chegámos a uma nova fórmula que esperamos que vos agrade. Somos defensores de mudanças quando elas são necessárias e esta, nomeadamente a da imagem do header, parecia-nos quase urgente.
Contudo, esta mudança não se deve simplesmente a um aspecto estético que necessitava de ser melhorado, devem-se também a uma série de outras coisas que..."potenciaram" o novo visual. Rumores do "Rebel Tour" que vieram abalar com a maior instituição do surf mundial, a ASP, e o novo surf que, finalmente, parece estar a chegar ao WCT de um modo consistente (graças a surfistas com Dane Reynolds. Se discordam, recomendo os heats on demand do homem de Ventura do recém acabado Hurley Pro) foram alguns dos outros motivos que estiveram na origem desta radical mudança.
Como último dos motivos, o calor das cores que agora passa no site vai de encontro a um sentimento que todos sentimos quando surfamos. Seja no Inverno ou no Verão, a ver campeonatos ou mesmo a surfar, o surf é um modo de vida que nos faz acelerar o sangue, que nos faz sonhar com paraísos do surf que, na maior parte dos casos, vão de encontro a ilhas tropicais como Bali e as Mentawaii. No fundo, nós, um grupo de amigos e amigas, boas ondas e água quente. Querem algo mais quente que isto ? Esperemos que encontrem parte disso neste blog, com este novo visual.
Resta-me agradecer ao Miguel aqui do blog pela ajuda amavelmente concedida e agradecer ao pai do Miguel, o Sr.Luís Moreira, por muito gentilmente ter cedido a fotografia do seu filho a surfar nos Açores, para o header deste blog.

P.S. Agora, quem não queria estar naquele linenup, naquele dia, a surfar aquela esquerda, sozinho como o Miguel estava ?

Lewis Samuels para a Stab - Final Round !

O melhor dos "apanhados" do Hurley Pro em Trestles do Lewis Samuels. Confiram aqui as palavras implacáveis e o olhar atento do ex-Surfline, ex-Post Surf, ex-....what's next ?

19/09/2009

Alguém quer espectáculo ?

Os que querem, que vejam a Final do hurley Pro em Trestles que vai opôr os dois surfisyas que melhor surfaram ao longo de todo o evento, Dane Reynolds e Mick Fanning. É já a seguir ao Nike 6.0 San Clemente Super Sessions, uma mini Expression Session, com Mike Losness, Dane, Tanner e Pat Gudauskas, Kolohe Andino, Chris Ward, Christian e Nathan Fletcher, Gavin e Shane Beschen entre outros, sendo que estes são os surfistas mais "locais" de Tresltles e é este o conceito desta Expression Session.

"Don't Mention the Chicks!"

Nick Carroll, sempre atento. Porque é que nas conversas do "Rebel Tour", ninguém falou ainda do ASP Women's World Tour ?

18/09/2009

O verdadeiro problema : um orgulho há muito ferido

Quero antes de mais nada dizer que não sou um profundo nem superficial conhecedor da sociedade americana, australiana e sul-africana. Apenas sei aquilo que me chega aos olhos e aquilo que, por interesse próprio, investigo. Apesar disto e como todos sabemos, o mundo está incrivelmente americanizado o que nos torna, caso estejamos atentos, conhecedores de algumas facetas do famoso e muitas vezes dito em filmes, "american people", o povo americano. Olhando para as coisas que nos rodeiam, facilmente vemos sinais da americanização. Olhando, então, para as coisas das quais gostamos, mais fácil se torna identificar estes sinais.

O IPS, que era a principal organização mundial de surf antes da ASP, nasceu da cabeça de dois havaianos, Randy Rarick e Fred Hemmings e de dois australianos, Peter Townend e Ian Cairns (com as importantes contribuições do australiano Wayne "Rabbit" Bartholomew e do sul-africano Shaun Tomson).Por sua vez, a ASP foi criada por Ian Cairns que na altura não estava satisfeito com o IPS e com o rumo que esta organização estava a levar (fonte : The encyclopedia of Surfing; Warshaw, Matt ). Ou seja, a fundação das principais organizações que gerem(iam) o surf profissional e competitivo no Mundo, pouco ou nada tiveram a ver com os americanos (visto que os havaianos se distanciam dos americanos na questão do surf, neste post opto por fazer o mesmo). Recentes notícias (bombas) saíram sobre a possibilidade da criação de um Tour diferente do da ASP, um tour que para já está apelidado de "Rebel Tour", tour esse que seria sustentado por uma cadeia televisiva americana, a ESPN.

É minha opinião, que na base deste "Rebel Tour" (fora os interesses financeiros, o sonho de um circuito melhor, etc ect) está um orgulho, o americano, ferido. por pouco ou nada ter a ver com um circuito competitivo que não só lança e celebriza cidadãos americanos (Tom Curren, Kelly Slater, Lisa Andersen, todos os americanos...) como passa pelo seu próprio país (!). Contudo se existe um povo verdadeiramente orgulhoso é este e os sobrinhos do Uncle Sam não vão deixar escapar a oportunidade de meter o nariz para onde, verdadeiramente, não são chamados (oh não fossem americanos! Exemplos ? Panamá, Iraque, Afeganistão, Israel, são vários..). A oportunidade para enfiar o nariz estava lá : surfistas insastisfeitos, pouca cobertura, Shaun Tomson criticou a ASP e ainda baixos prize-moneys. Melhor oportunidade não há e o nariz está enfiado até à nuca. Vamos ver agora no que isto vai dar..



P.S. Shitty post.

14/09/2009

Lewis Samuels para a Stab - Já começou !

Acabado o primeiro dia de competição do WCT de Trestles, é tempo de lançar opiniões e resumos. Nenhuma era, se calhar, tão ansiada como a de Lewis Samuels para a Stab Mag. Lewis Samuels is back ! Dêem uma olhada no link que se segue : http://stabmag.com/jed/Hurley-Pro-Trestles-Lewis-Samuels-round-one-report/

13/09/2009

Game on

A 6ª etapa do ASP World Tour já começou. Sigam o Hurley Pro 2009 em Lower Trestles http://www.hurley.com/hurleypro/live.cfm .


Numa onda tão high performance como Trestles, este é um evento que promete espectáculo e new-school ! Meus caros, game on !


P.S. Tal como em J-Bay, optei por não fazer previsões. Vejam o evento e percebem porquê..

12/09/2009

Lewis Samuels

A questão Lewis Samuels tem-me intrigado muito. Desde que foi para a rua o último dos últimos posts do infame californiando (http://postsurf.com/2009/09/04/epilouge/) a minha cabeça anda entretida a pensar se : 1- é verdade ? 2- se sim, é manobra ? 3- se não, qual o motivo ? .
Falei com algumas pessoas e a minha primeira conclusão após toda a conversa foi que era tudo manobra, Lewis Samuels estava a fazer jogo. Post Surf não iria acabar.
"Alguém" me disse que o Lewis Samuels era californiano e que...err....como tal...tinha alguns "issues" no ego. Queria ser alguém e subitamente essa ideia ficou mais longe (despedimento do Surfline) pelo que resolvou descarregar as suas frustrações em forma de post no site PostSurf. Não levei esta ideia assim tão a sério mas admiti a possibilidade.
Um dia, chegado ao computador, esse mesmo alguém tinha-me deixado o seguinte link http://randominium.wordpress.com/2009/09/05/lewis-samuels-ego-explodes-in-crowed-market-place/.
Após leitura atenta lembrei-me de um filme muito muito mau que vi há uns tempos e de uma das partes más do filme em que uma das personangens diz qualquer coisa como : "If you are going to leave, on your way out, go big !". Para os que não estão familiarizados com a expressão "go big" neste contexto, passo a explicar que é uma maneira de dizer "pá, faz uma saída em grande para que toda a gente te veja, olhe para ti e mais importante ainda, nunca te esqueça". Pareceu-me adequado a toda a situação do fim do Postsurf do Lewis Samuels. Após a leitura das entrevistas fiquei com a seguinte ideia do Lewis Samuels (de quem continuo a gostar) : ele é um bébe que teve durante muito tempo um grande e bonito chupa-chupa do qual, por sinal, abusou um pouco. De repente mas não inesperadamente, tiraram-lhe o chupa-chupa e ele ficou a chorar, a chorar, a chorar, a chorar...até se fartar e dizer a todo o resto do mundo (menos importante que ele e numa atitude muito americana) "Whatever". Até me parece que o californiano deve estar triste por só ter a notícia do fim do Postsurf em poucos sítios. Só numa revista e num blog pessoal... Não sei, é a minha opinião. O que acham ?

09/09/2009

Rusty plus Stab

Mais um vídeo, desta feita cortesia Stab Mag e equipa internacional da Rusty. Dêem uma olhada pois vale bem a pena. Quem não queria estar a surfar aquele mar naquele dia ?

Rusty Team in Bali from Ryan Bautista on Vimeo.

06/09/2009

Frederico Morais/ Luz ao fundo do túnel/ Parabéns Kikas

A verdade é que este ano não está a ser fácil para os "nossos" surfistas lá fora. O Saca e o Marlon andam perdidos pelo WCT. O Guedes, Ximenez, Ruben e Mujica andam qual barco perdido em alto mar no WQS. Valham-nos os míudos que este ano no circuito europeu se portaram lindamente ! Oiçam, eu podia perfeitamente estar para aqui a fazer um apanhado dos resultados dos nossos jovens surfistas no assalto à Europa mas não é isso que se quer e, francamente, é um pouco maçador tanto para ti que estás a ler como para mim que tenho que ir ver para trás e escrever. É mais fácil dizer que todos se portaram bem, todos surpreenderam a maior parte dos outros surfistas que andam vencendo sem piedade as etapas (leia-se aqui, os franceses). Finalmente temos uma trupe mais que capaz de repetir o êxito que o Saca teve neste circuito. Parabéns ao Francisco Alves e ao Felipe Jervis Pereira pela razoável estreia (razoável porque esperamos mais deles, eles têm o potencial para isso). Parabéns ao Luka Guichard que liderou durante uma boa parte do ano o circuito. Parabéns ao Vasco Ribeiro que este ano se estreou neste circuito e para além de um bom 9º lugar na geral, coleccionou alguns quartos de final e meias de final e surpreendeu muita gente no mundo europeu do surf com um surf muito maduro para a sua idade, o que só augura coisas boas para o seu futuro, lembremos-nos que o Vasco só tem 14 anos).

Sobretudo, parabéns ao Frederico Morais que alcançou hoje o melhor resultado europeu da sua carreira, um 2º lugar no Pro Junior das Canárias que para além de lhe ter permitido chegar e garantir 3º lugar no ranking final dos prós juniores europeus, garantiu-lhe a participação no Circuito Mundial de Júniores da ASP que vai acontecer pela primeira vez este ano (anteriormente era apenas um campeonato que decorria em Narrabeen na Austrália e não um circuito).. É para seres campeão do Mundo, ouviste Kikas ?! Pela primeira vez em muitos anos, tivemos um forte contingente de jovenss nacionais a competir em (quase) todas as etapas do Circuito Pro Junior Europeu e os resultados alcançados por eles são sinais de bonança. São um luz ao fundo do túnel que está a ser este ano. Vendo o potencial destes míudos, só podemos pensar como vão ser os anos vindouros.
Resta-me dizer uma coisa : Tuga Force ao ataque !!!
Ao lado, Kikas não perdoou os lips europeus neste jovem ataque português à Europa !

Consultem o ranking final do circuito no link que se segue : http://www.aspeurope.com/2008/ratings.php?tour_id=3


Em baixo, o vídeo dos momentos chave do último dia (que foi hoje) do Pro Junior de Santa Surf Pro que opôs Kikas Morais e o eventual vencedor, Charles Martin :




E neste link, a notícia do fim do campeonato : http://www.aspeurope.com/2008/news_show.php?id=481

Err...momento estranho do dia... Hang 20

Eu nem sei como ei de falar disto, portanto, limito-me a dizer-vos para verem a notícia no link que está por baixo da (sugestiva e totalmente relacionada) imagem. É uma "manifestação" de valor, isso sem dúvida !

05/09/2009

Ian Gentil parte 3

Mais um vídeo do wonder kid, desta vez do seu site. Vale a pena. www.iangentil.com



P.S. Tomem atenção ao som. Depois do jantar do míudo, aparecem os dois 10 que ele fez na final de um dos escalões dos NSSA. Final esssa que ele, obviamente, ganhou.

04/09/2009

Ian Gentil parte 2

Há uns tempos atrás, falei de um míudo havaiano, http://linhadeonda.blogspot.com/2009/07/ian-gentil.html, de seu nome Ian Gentil, afirmando que o míudo chegava aqui a Portugal e partia a loiça toda, ganhava tudo. Pois bem, a Stab Mag deve-se ter lembrado deste fiel seguidor (eu) e foi investigar o míudo que "eu recomendava". O resultado foi o vídeo que se segue. Ian Gentil, 13 anos, havaiano. Campeão Nacional Open e Pro Junior em Portugal à primeira ?


03/09/2009

The new "new-school"

Vocês sabem que eu recebi a a Surfing Encyclopedia no outro dia, ttp://linhadeonda.blogspot.com/2009/08/surfing-encyclopedia.html e como não podia deixar de ser, tive que a ler, ler tudo o que me interessava e mais algumas coisas só pela sabedoria. Também já sabem como eu sou, gosto de comentar e dar a minha palavra sobre o que leio. Por vezes fico quase doido e comento alguns "Intocáveis". Desta vez a batata quente caíu no Matt Warshaw. Mas calma, não lhe vou bater que nem um maluquinho.
Na edição da Surfing Encycolpedia (revista em 2005), a entrada referente ao "New-school", diz, basicamente, que esta "escola" refere-se ao tipo de manobras preferidas pela Geração Momentum (Slater, Beschen, etc etc etc...), especificamente, aéreos e manobras de tail. Um marco na história do surf portanto.
Em jeito de provocação, o que será que Warshaw vai escrever do tipo de surf praticado pelo Taj, Bruce e, mais recentemente, pelo Dane, Jordy, Julian e Marzo. Será que vai ser "The New New School" ? É que o que eles fazem já não são aéreos. São vôos transatlânticos e intercontinentais. Eles já não fazem manobras de tail. Fazem manobras de nose. Rodam o tail. Rodam o nose. Enfiam o nose na água. Eu bem sei que na altura alguma desta malta voadora já andava aí mas não estava tão mediatizada, não era obrigatório falar deles. Warshaw vai ter que falar em específico deles agora. Não acham que "The New New-School" era um bom título para a entrada enciclopédica ?
Em baixo, Dane deixa Warshaw pensando na sua futura entrada da Enciclopédia.