13/12/2008

Kelly "The Hell" Slater

E é verdade, Kelly Slater ganhou mais um Pipe Masters ! Portanto, 9x World Champ e 6x Pipeline Master !
Existirá mais algum assim ? Leiam "Pipe Dreams" e "For The Love" (duas biografias do Slater) e concluam (ainda mais) que não, não existe nem existirá!

12/12/2008

Marlon no WCT 2009!


Renato Hickel acabou de declarar em directo no webcast do Pipe Masters que para além do injury wildcard para o Aritz Aranburu, também Marlon Lipke vai receber um wildcard ASP. Assim sendo, para o ano, Marlon está, também, no WCT !!
Portanto, para o ano somos 7 europeus : Jeremy Flores (Fran/Reu), Miky
Picon(Fran), Tiago Pires(Port), Aritz Aranburu(Euk), Michel Bourez(Tahiti), Tim Boal(Fran) e Marlon Lipke(Deu) !
EUROFORCE no ataque ao WCT 2009 !

11/12/2008

Não deixem de visitar

Novo link no "Não deixem de visitar" aparece agora um novo link : o do já antigo e de grande qualidade Ondas do Pedro Arruda, Pedro Adão e Silva, Júlio Adler entre outros. Não deixem de visitar http://www.ondas.weblog.com.pt !

Opinião de alguém que pouco, ou nada, sabe sobre surf.



É com muita satisfação e também algum receio que escrevo o meu primeiro post no Linha de Onda. E receio porquê, perguntarão (ou não) os leitores..Bem, a verdade é que eu não percebo muito (ou melhor... nada) de surf. Talvez por isto os meus posts não vos pareçam interessantes, constructivos ou dignos da sua existência, mas o facto é que é uma ideia muito engraçada e muito original saber a opinião de uma pessoa que está fora do assunto , foi esta a principal razão que me levou a aceitar o convite.
Primeiramente, e não podia deixar de o referir, não sei se era capaz de praticar este desporto. Adoro a praia e o mar e até já me tentei pôr em pé numa prancha, no entanto a conjugação de: rochas, correntes, tamanho e força das ondas é demasiado agressiva para mim.
Este meu “medo” é uma das razões pelas quais o surf me desperta atenção. Muitas vezes, enquanto vejo filmes ou fotografias de surf, penso: “Como é que alguém pode ter coragem para se meter no mar com ondas de 4,5,6,7,8 metros?” Mais impressionada fico quando vejo uma queda monumental ou uma onda a quebrar em cima de um surfista, (até fecho os olhos) e tento pensar : “Ele (a) nunca se vai recompôr,psicológica ou fisicamente, e portanto acabou-se a carreira”. Contudo já constatei que o meu pensamento não está, nem de perto nem de longe, certo. O surfista presiste até conseguir o que quer da onda.
Outra das razões que me levou a aceitar o convite para participar neste blogue, é o meu gosto pela fotografia ( e também pela filmagem) e vontade de aprender mais sobre surf de modo a conseguir tirar melhores fotografias e apanhar os momentos certos das manobras.
Falando agora em aspectos menos positivos: uma das coisas que mais me irrita, e que infelizmente está muito ligada ao surf, é a atitude do: “Eu sou muita fixe porque faço surf” perdendo-se aquilo que realmente tem valor e determinou (na minha opinião) o aparecimento deste desporto: o contacto e o divertimento com a natureza.
Outra das coisas que também me deixa um bocadinho de pé atrás com as instituições responsáveis pela organização de eventos( posso desde já deixar claro que não conheço o suficiente estas instituições) é a diferença que é feita entre homens e mulheres praticantes : os prémios, a publicidade, o prestígio e o número de espectadores é inferior em campeonatos e etapas femininas que em masculinas. Não tenho por objectivo fazer uma sugestão ou incitar a uma pequena revolução, mas apenas uma crítica.

10/12/2008

Mais um

Venho desde já referir que espero contribuir positivamente nesta iniciativa - "Linha de onda" - com tudo o que me pareça pertinente, desde opiniões e críticas, a reflexões, simples informações ou até mesmo desabafos.
Tudo isto relacionado com este tópico imensurável, do qual todos temos uma perspectiva diferente, quer sejam completamente distintas, quer seja apenas por um pequeno e discreto pormenor.
O Surf, na sua total abstracção, tem para cada um de nós um valor próprio, penso que é fundamental que cada surfista tenha bem presente o que tudo isto significa para si, a sua valorização e como se insere no que queiramos ou não, é já uma comunidade extremamente diversificada e heterogénea no sentido da importância individual do Surf.

Não deixem de visitar..

Criei agora uma secção dos meus links preferidos na net de nome "Não deixem de visitar" !

Para já só está o da brutal skate e surfshop Area 51:

http://area51surfshop.blogspot.com



Lá encontrarão as noticiais mais brutais do Team Area Fifty One bem como óptimas promoções. Não deixem de visitar o blog!


Em breve aparecerão mais links nesta nova secção!

09/12/2008

Pipennoying

Pipeline irrita-me !

Mas quem sou eu? Pipeline, para mim, em si só, é um poço de controvérsia. Sim, é uma onda linda : aquela esquerda tubular do 1º,2º e 3º reef é espectacular e quando abre para Backdoor e origina aquele profundo tubo....fenomenal. A localização, é linda : Havaí. Alguns dos locais de lá são dos meus surfistas preferidos: Danny Fuller, Jamie O'Brien já para não falar dos irmãos Irons... Agora, lá porque é o Pipe Masters e lá porque a onda é "muita boa" e é o Havaí e o Havaí é o centro do surf não quer dizer que têm que estar 16 "Pipe specialists" no evento principal!É ridiculo ! Eu não vejo 5 "Mundaka specialists" quanto mais 16 ! Tambem não vejo outros tantos "Bells specialists" ou "J-Bay specialists" ! No máximo vejo um ou dois wildcards do evento ou substitutos locais (como por exemplo na última etapa do WCT Brazil) ! Mas agora "Pipe specialists" vindos do Monster Energy Pro Pipe ! Para mim, nada há que justifique ! Mais, percebo que sejam alguns dias sem surfar a "sua onda" mas também os de Mundaka,Bells ou J-Bay ficam sem surfar a sua onda, não é ? Mas afinal, quem sou eu ?

Pipe


Sigam Pipeline neste link http://triplecrownofsurfing.com/?cat=15 e não se esqueçam das equipas do Fantasy Surfer !

Começou

É com prazer e satisfação que dou como inagurado o "Linha de onda". Venham anos e anos de vida na muito recente e sobrecarregada blogosfera!

O propósito não sei qual é, talvez (mais) um olhar crítico quer sobre o panorama geral do surf mundial quer em específico sobre o surf cá do nosso Portugal. Tentarei não ser nem demasiado crítico nem demasiado tolerante. Mas sabendo quem sou e como sou, vou, de certeza, resvalar para cada um dos lados da balança. Digamos que tentarei que não aconteça demasiadas vezes.

Sendo o surf competitivo um conjunto de eventos e situações tão calendarizado, podem perguntar-se porque começo eu a escrever não só no fim da época ASP e ISA como tambem no último terço da época havaiana. Isto tem, obviamente, uma resposta simples e clara. Pipeline no geral e o Pipe Masters em específico irritam-me solenemente e como tal senti-me impulsionado a começar. E, portanto, cá estou eu. Mais tarde (no próximo post) explicarei.

Não prometo regularidade nos posts mas, novamente, digo e afirmo veementemente que tentarei.

Espero que sigam os posts e vão votando nas polls que entretanto aparecerão.